O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Película e trilha sonora inesquecível de 1960 "Os Sete Magníficos"

8 comentários:

  1. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    Que se havia de lembrar hoje "OS SETE MAGNIFICOS" filme esse que vi já cá em Macau e adorei ver, e é sempre bom recordar.

    O filme conta a história de um grupo de mexicanos, residentes em um pequeno vilarejo, e que vivem aterrorizados pelo bandido Calvera e sua gangue, que invade o local com frequência para roubarem mantimentos.

    Os mexicanos não tem armas, dinheiro e nem tampouco temperamento violento. Visando obter ajuda, três deles deslocam-se até a fronteira onde encontram Chris e Vin, dois pistoleiros norte-americanos desempregados e que arregimentam mais cinco companheiros, para juntos defenderem o vilarejo

    Elenco principal

    Yul Brynner .... Chris Adams
    Eli Wallach .... Calvera
    Steve McQueen .... Vin
    Charles Bronson .... Bernardo O'Reilly
    Horst Buchholz .... Chico
    James Coburn .... Britt
    Robert Vaughn .... Lee
    Brad Dexter .... Harry Luck
    Jorge Martínez de Hoyos .... Hilario
    Vladimir Sokoloff .... velho
    Rosenda Monteros .... Petra
    Rico Alaniz .... Sotero
    Natividad Vacío .... Miguel
    Robert J. Wilke .... Wallace

    Principais prêmios e indicações

    Oscar 1961 (EUA)

    Indicado na categoria de Melhor Trilha Sonora.

    Curiosidades

    Dos sete do título, cinco atores se tornaram astros do cinema de ação.
    Charles Bronson, embora desempenhasse um pequeno papel, sobressaiu-se em razão da empatia que o público teve com seu personagem calado, durão, mas de bom coração.
    James Coburn teve pouquíssimas falas no filme, mesmo sendo um dos atores principais.
    Yul Brynner passou a usar roupas pretas em seus filmes, depois que seu personagem pistoleiro com esse tipo de vestimenta o levou ao estrelato.
    A música tema fez tanto sucesso quanto o filme, graças também ao seu uso como divulgação de uma marca de cigarros; ainda hoje é um dos temas mais relacionados ao gênero western
    Baseado no filme japonês Os sete samurais (Shichinin no samurai, no original), a história foi inúmeras vezes copiada ou homenageada, sendo uma delas a comédia Los três amigos!, com Steve Martin, e a outra, a versão do filme em animação, Vida de inseto (A Bug's Life, no original).

    Continuações

    1966 - Return of the Seven (br: A Volta dos Sete Magníficos)
    1969 - Guns of the Magnificent Seven (br: A Revolta dos Sete Homens)
    1972 - The Magnificent Seven Ride! (br: A Fúria dos Sete Homens)

    Abraço amigo

    ResponderExcluir
  2. Estimado confrade e amigo António Cambeta!
    Mais uma vez pude contar com seus valiosos préstimos!!!!!!
    Muito obrigado!!!
    Caloroso abraço! Saudações cinéfilas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Prof.!
    Como vai essa coluna? E esse pescoço? Continuam passeando essa colar ou já tem um outro mais vistoso com pulseira e anel fazendo conjunto? Sabe que isto do galmour tem os seus QUÊS e não é bom ficar para trás!
    Num discurso mais sério (enfim, sublinho somente no intuito de esclarecer que estava brincando, como se houvessem dúvidas), quero dizer-lhe que este é um daqueles filmes.
    Aquela "coisa" de: qual é o filme da sua vida?
    Eu acho esta pergunta meio parva (para não dizer totalmente parva) pois numa vida é impossível haver um só filme "desses", tal como livros, pinturas, e sobretudo pessoas.
    Não sei quem inventou tal coisa, mas "cheira-me" a americanice...
    Dizia: este é um dos "meus" filmes a que assisti por mais de uma vez; quiçaz uma dúzia de vezes; a música então é uma cereja no topo do bolo!
    Foi muito bom! Aliás é sempre um prazer viajar neste seu expresso.
    1 abraço!

    §-numa das sequelas actuou o português Virgilo Teixeira no papel de um mexicano chamado "Luis" um misto de bandido-bom coração!

    ResponderExcluir
  4. Caro confrade José!
    Reitero que aprecio sobremaneira seu sagaz senso de humor!!!
    Agradeço os votos de restabelecimento!!!
    Que bom saber qeu também cultua esta inesquecível película!!!
    O prazer é meu em saber que tão arguto passageiro embarca com frequência neste vagão do Expresso do Oriente e mais ainda quando deixa registro no livro de bordo!!!
    Caloroso abraço! Saudações esperançosas!
    ATé breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  5. Profamigo e casto confrade

    Concordo com o Kok: este magnífico com os sete idem está entre os melhores que eu vi. Tal como o Citizen Kane, tal como o Couraça Potemkin, a Gata em Telhado de Zinco e outros que tais. Mais uma excelente recordação, que me deixou felicíssimo.

    O nosso Cambeta acrescentou informação ao tema; ainda que ela se possa encontrar em enciclopédias, a colaboração é meritória e oportuna. Aproveito para lhe perguntar qual a razão de não deixar comentários lá na nossa Travessa.

    Last but not the least: e quanto a saúde? Oxalá se registem melhores. E, sobretudo, menos dores e menos incómodos.

    Abç e bj da Senhora Dona Ângela Inácia

    ResponderExcluir
  6. Estimado confrade e amigo Henrique Antunes Ferreira!
    As películas que você citou também estão entre as minhas diletas!!!! Estou de pleno acordo com suas sensatas considerações a respeito do nosso estimado confrade e amigo António Cambeta!!!!
    Apesar de não ter deixado comentários por alguns dias no seu imperdível blog, por motivos alheios a minha vontade, já retornei a pleno vapor!!!
    Gratíssimo pelos votos de pronto restabelecimento!!!
    Caloroso abraço! Saudações cinéfilas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  7. Este está na galeria dos eternos, caro prof. João Paulo de Oliveira.

    Mas há ali um cavaleiro na imagem que não me lembro de ter visto no filme :)))

    Aquele abraço e bfds

    ResponderExcluir
  8. Caro confrade Pedro Coimbra!
    O cavaleiro que você se refere é muito abelhudo!!!
    Caloroso abraço! Saudações cinéfilas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir

Google+ Badge