O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

terça-feira, 3 de abril de 2012

As máscaras não são mais necessárias para o personagem Gustav von Aschenbach...



4 comentários:

  1. Estimado Confrade e Ilustre Prof. Joáo Paulo,
    Ém bem verdade que Gustav Von Aschenbach, não necessita mais de máscara, ele a deixou cair ao se apaixonar, em Veneza, pelo jovem Tadzio, tal Lambisgóia do Agrado, apaixonado por uma alentejano que nem conhece!...
    A máscara que muitas vezes usa a nossa aliada Agrado, é por vezes para disfarçar, outras servindo de entretimento ao nobre Coronel.
    Mas para quem está sentado numa confortável cadeira, dos Peguins Companhia das Letras, e para quem gosta de saber porque as coisas acontecem e porque motivo elas são como são, nada melhor que ler esse belo livro A MAGIA DA REALIDADE, do biológico Richard Dawkins, certo que meu estimado Confrade, recuará no tempo e a par ficará da evolução até aos dias de hoje.
    Um mundo de muitas escolhas só existe o clássico, e a ele enconstado está.
    Óptima leitura, e já agora diga à Lambisgoia para não mais usar máscara já que o alentejano lhe enviará um possante cajado!...
    Abraço amigo

    ResponderExcluir
  2. Estimado confrade e amigo António Cambeta!
    A lambisgóia da Agrado ficou com palpitações exacerbadas ao saber que finalmente poderá conhecer seu possante cajado!!!!
    Caloroso abraço! Saudações desmascaradas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  3. Estimado Confrade e Ilustre Prof. Joáo Paulo,
    Que as minhas parcas letras depositadas no comentário You Only Live Twice, lhe tenham servido de bálsamo, já que, e segundo a nossa comum amiga Cristina disse que fui apimentar o texto, o que em certo sentido é bem verdade.
    Estou escrevendo estars parcas letras, para o informar que ontem aqui na Tailàndia teve início a uma mega procissáo, que demorará seis dias a percorrer a distáncia de 56 kms, levando uma imagem em ouro de um monge que consideram santo, o assunto é religioso como náo podia deixar de ser, mas, por coin~cidéncia no Japáo, ontem, houve igualmente um festival, profano com algo de religioso, o Festival do Penis, onde assistiram uns bons milhares de fás, náo faltando como é óbvio as belas japoneses carentes desse deus pai da humanidade.
    Ao assitir na tv a este festival, o meu pensamento foi para a sua foto, a sua postura com ar calmo olhando para cima, veja só o que aconteceria à Lambisgóia do Agrado se assistisse a este festival, nem posso imaginar, pois o pénis que transportam é enorme, talvez ao gosto da Agrado e ai haveria uma disouta imensa entre ela, lambisgóia e algumas das japonesas, haveria por certo luta livre, e a Agrado ficaria super agradada se levasse com um desses mangalhos e super satisfeita sairia do festival.
    A Ordem das Filhas de Maria Sem Calcinhas se visse o tamanho do pai da humanidade passeando pelas ruas no Japáo, logo iráo pedir ao Bispo da diocese que mandasse fazer fazer um igual, para que as filhas, se pudessem benzer sentadas nele, ficando assim mais cheias de fé provando até que as calcinhas só atrapalham.
    O Inspector Pardal escreveu para o presidente da Camara de Caldas da Rainha, para copiar o Festival japonés, já que a crise em Portugal anda de mal a pior, bom seria que os das Caldas se podessem passear, e que sabe se teria mais saída rsrsrs.
    A Hermenegilda e a esposa do Coronel, assim que tiveram conheciemento telefonara~m ao Inspector Pardal a solicitar que lhes envie um de aço bem rijo, mas que náo gostou nada do pedido foi o bombeiro Godofredo que logo sacou se sua mangueira e indagou junto das duas se a sua mangueira estava ficando enferrujada, bem vistas as coisas, em sem lubrificaçáo periodica, a mangueira do Goldofredo tem tido pouco uso ~visto náo ter ele verificados os fogos que abundam perto dele, até o Coronel disse que o seu servo bombeiro teria que ir fazer uma reciclagem da mangueira, já que o quartel anda a precisar de novas mangueiras mais resistentes.
    Seguiráo dentro em breve um contentor de mangueiras feitas ao tamanho solicitado pela Hermenefilda e sua patroa, dessa forma poderáo ir apagando os fogos que as tem consumido deste a auséncia do Inspector Pardal, que aconselhou ao Ilustre Confrade, que na sua ida ao Reino de Além mar, passe pelas Caldas e leve de lembrança alguns atrevidos bonecos para ofertar afim de propagar o fogo no seio dessas admiradoras e comilonas desse flavio táo afamado.

    Abraço amigo

    ResponderExcluir
  4. Estimado confrade e amigo António Cambeta!
    Reitero que é um deleite tê-lo como interlocutor, porque você dá outros viéses para os personagens que crio!!!! Agradeço sobremaneira sua deferência em embarcar diariamente neste vagão do Expresso do Oriente e mais ainda ler no livro de bordo seus comentários!!!!!
    Que Dionísio o tenha como pupilo sempre!
    Caloroso abraço! Saudações dionísicas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir

Google+ Badge