O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Ilustre passageiro deste vagão do Expresso do Oriente: António Cambeta


Caros(as) confrades!
Tive a grata satisfação de receber uma missiva cibernética do meu estimado confrade e amigo António Cambeta, que diariamente me dá a prerrogativa de embarcar neste vagão do Expresso do Oriente!!!!!! Dias atrás recebi mais um mimo do António Cambeta, que é a fotografia de uma possante locomotiva em movimento!!!
Considero-o um passageiro especial, porque com seu viés arguto e erudito sempre deixa mais palpitante o que apresento aqui!!!!
A seguir transcrevo a missiva eletrônica que ele me enviou:

Estimado Confrade e Ilustre Prof. Joâo Paulo,
Que minhas parcas letras o vá encontrar mais recuperado, junto de sua Exma. Família são meus sinceros votos.
Segundo me informou as dores na coluna continuam a atormenta-lo e terá que fazer sessões de acumputura, eu aconselhava que leva-se essa maquineta ao médico para ver o que ele diz, visto a mesma ter um programa de acumputura.
Sendo seu frequente passageiro de seu belo Expresso do Oriente, e tendo reparado em algo que não não fica muito bem no vagâo, a lambisgóia do Agrado, apanhando-me dormitando no confortável assento especial da cabine 5, me fez umas festas suaves, o que levou a Dona Hemernelgida, a copeira mor, a lhe pregar dois pares de estalos, ao que logo ocorreu o nosso bombeiro Godofredo pronto para atuar.
Acordei ao ouvir tal barulho, e apaziguei as coisas, tendo continuado sentado ao meu lado até ao fim da viagem.
A lambisgóia me ia contando suas histórias, sempre atento ao Godofredo que ia sentado no sofá defronte, e me dizia que a nova apresentação do Expresso do Oriente, agora com a máquina em movimento e com aquela bela sinfonia, nos deixa ilibados de poder ouvir as outras músicas, cujo chefe do Expresso coloca, tal foi o caso dos novos metros em S. Paulo.
Bem, palavra puxa palavra, quando aparece o Coronel, e vendo o bombeiro distraído deu uma palmada na bunda da copeira, esta riu-se e olhando para mim, como que a dizer, também queres exprimentar? olha que é gostoso, e levantando um pouco de sua saia deixou à vista suas belas torneadas pernas.
O Coronel não deu por nada, pois tinha receio que sua esposa se mete-se na conversa e seguiu para junto dela, dando-lhe um carinhoso beijo na testa, mas sempre de olho posto na copeira.
Bem, o gesto que ela teve em levantar um pouco a saia, deixou irado a lambisgóia do Agrado, porém o trem parou numa estação, e o bombeiro Godofredo, em virtude de haver um fogo nas próximidades lá teve que seguir, às pressas para o quartel.
Aproveitando toda aquela confusão com as sineres a tocar, levantei-me justamente na altura que a copeira passava junto à casa de banho, a empurrei, fechando de seguida a porta e lá os dois, vigorosomente seguimos apagando as chamas de um outro fogo à muito latente.
A lambisgóia do Agrado, sempre atento ao que se passa, e tendo visto eu entrar para a casa de banho, veio bater à porta implorando que a abrisse-mos visto estar em fogo rsrsrsr.
Não liguei, e os pequenos salavancos da locomotiva tornavam o momento ainda mais agradavel, apagadas chamas não o fogo totalmente, sorrateiramente saimos da casa de banho, e ao fazê-lo demos com a lambisgóia do Agrada desmaiada no corredor.
O Coronel, ao ver o que se passava, logo deu os seus sempre óptimos préstimos, fazendo respeiração boca a boca, foi tiro e queda a lambisgóia logo acordou.
A viagem depois continuou calma e serena, com a copeira sempre desejosa de limpar mais copitos para ia olhando, como que a implorar mais um trabalho de sapador.
Com os sons misturados, os que saiam da máquina e das sirenes dos carros de bombeiros, nos fomos distraíndo vendo alguns maravilhosos filmes mas sem som, as imagens essas falavam por si,
Um abraço amigo do passageiro do vagão 5.

19 comentários:

  1. Estimado confrade e amigo António Cambeta!
    Se a minha amiga, a Dona Miquelina Pinto Pacca, souber que seu marido, o Coronel Epaminondas Albuquerque Pinto Pacca, está a lançar olhares lânguidos em direção a copeira Hermenegilda vai dar o maior bafafá!!! Creio que você deve ter muita cautela com o bombeiro Godofredo, porque se ele souber que você e a copeira Hermenegilda, noiva do Godofredo, tiveram um "affair" no banheiro deste vagão do Expresso do Oriente, prepare-se porque você nem imagina o que ele pode fazer com a possante, roliça e longuíssima mangueira que possui!!!
    Caloroso abraço! Saudações godofredoianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  2. Estimado Confrade e Ilustre Prof. Joâo Paulo,
    Tudo o que se passa nos corredores do Expresso do Oriente e principalmente no famoso vagão 5 o Chefe-mor do dito expresso nada deixa escapar.
    O pequeno affair que o passageiro Cambeta teve com a bela Hermenegilda, não irá irritar o valoroso bombeiro Godofredo que outros fogos tem que apagar e em boas mãos deixou a sua amada.
    Um Coronel, um bombeiro, um marinheiro e uma bela copeira juntos já se pode calcular o que dessa reunião sairá, quem não fica bem no grupo é a Dona Miquelina Pinto Pacca, que a lambosgóia da Agrado a conforta.
    O passageiro especial do vagãp 5 já viu possantes roliças e longuíssimas mangueira, em seus navios lidava com as ancoras e os compridos e pesados ferros, e fundeava sempre à maneira.
    Passageiro VIP não há bombeirop que entre com ele!...
    Um abraço amigo com votos de uma ptima e confortavel viagem nesse maravilhoso Expresso do Oriente.

    ResponderExcluir
  3. Professor..JP...
    Afe!! mal voltei da santa terrinha e vejo que por aqui o trem quase incendiou!!
    Então era por isso que o compadre Cambeta não saia da cabine 05! Pelo visto, o atendimento VIP é mesmo de primeira classe.
    Acho prudente o senhor reforçar a segurança desse vagão, antes que ele arda por completo. Já se pode prever como isso tudo vai acabar.
    É bom saber que o compadre Cambeta está aproveitando a viagem no Expresso , assim como eu aproveitei a minha, para terras de além mar...
    Viajar faz bem para a alma.
    Aproveitemos pois, com bom humor e disposição.....
    gde abraço

    ResponderExcluir
  4. Ah esqueci-me de dizer que adorei o trenzinho com as rodas a mover..... O compadre Cambeta é mesmo um amigo porreta!!!
    abçoss

    ResponderExcluir
  5. Prezadíssimo Chefe da Locomotiva do Expresso Oriente!

    Ulalá! Nosso estimado amigo Antonio Cambeta causou um enorme estardalhaço no comboio! Jamais pensei que a mimosa, terna e pudica Hermenegilda iria trair o bombeiro de ferro Godofredo! Que confusão! Até mesmo o circunspecto coronel Pinto Pacca andou pulando a cerquinha... Benza Deus, se a Dona Miquelina descobre tais arruaças!

    De qualquer maneira, penso que se deve creditar esses delizes ao início da Primavera, cujos perfumes e eflúvios emanam doces "venenos" pelo ar...(os únicos a não apreciar os ares primaveris são os alérgicos, coitados, impedidos de voejar nos maravilhosos e abençoados ares do equinócio!)

    Espero que o Senhor esteja bem, forte o suficiente para conter os "fogos" que campeiam em seu belo Expresso do Oriente. Chame o Max com seus sais... Talvez ele possa resolver (ou piorar) a questão.

    Querida Cris, espero que tenha feito ótima viagem à terra de seu ancestrais e que tenha voltado encantada e renovada de além-mar. Saudade e meu carinhoso abraço!

    Saudações primaveris!

    Nivia

    ResponderExcluir
  6. Estimado confrade e amigo António Cambeta!
    A primavera o deixou propenso a não negar a fama que os alentejanos têm: o de pito aceso!!!
    Espero que a minha amiga, a Dona Miquelina, não sabia das estrepolias do seu marido, o Coronel Epaminondas Albuquerque Pinto Pacca, da sua "fiel" copeira, a Hermenegilda e do bombeiro Godofredo!!!
    Caloroso abraço! Saudações epaminondasianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  7. Caríssima confrade Cristina Fonseca!
    Sua estada na Península Ibérica a deixou vigorosa!!! Lamento saber que você não teve a oportunidade de conhecer os domínios do nosso querido confrade António Cambeta, na cidade museu de Évora!!!!
    Você viu o que a primvera fez com o Cambeta?!...
    Caloroso abraço! Saudações ibericaianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  8. Carísisma confrade Nivia Andres!
    Nem quero ver o banzé que dará se a minha amiga, a Dona Miquelina, souber da lascívia que ocorreu no meu vagão do Expresso do Oriente!!! Creio que a Senhora tem razão, porque tudo ocorreu por conta do início da primavera!!!! Este alentejanos não negam a fama de serem "calientes", isto é, estão sempre com o pito aceso!!!!
    Falando na nossa amiga Cristina Fonseca, soube de fonte fidedigna (a Dona Miquelina tem uma sobrinha, a Imaculada da Conceição do Rego Freitas, que mora em Braga e cláro que ela é a fonte fidedigna), que ela deixou um habitante do reino distante além-mar, mais precisamente da cidade de Coimbra, soltando longos suspiros de saudades das tardes agradabilíssimas que eles passaram juntos flanando por aquela acolhedora cidade portuguesa com certeza!!!!
    A Senhora acredita que ela se encantou tanto com o distinto português, que nem aproveitou como deveria a visita que fez a nobilíssima Universidade de Coimbra?!... Estou sôfrego para saber se as noites foram também agradabilíssimas!!!
    Caloroso abraço! Saudações angelicais!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  9. Prezado Sr.Chefe do Expresso Oriente.

    Pois entao, durante a visita à Universidade de Coimbra, conheci mesmo um garboso portugues, que levou-me à passear pela universidade, mostrando-me inclusive a sala onde os nossos ex presidentes Fernando Henrique Cardoso e Lula da Silva, receberam o titulo de Drs. Honoris Causa. Fiquei de tal forma entusiasmada ao adentrar naquele douto recinto, que lasquei um beijo no Manuel Joaquim Venturoso do Espirito Santo Bento. Foi nesse momento que fomos flagrados pela sirigaita da Imaculada Conceição do Rego Freitas, que ali encontrava-se a fazer faxina e fuxico. Até então desconhecia que a linguaruda é prima da D. Miquelina.
    Nem em reino além mar estamos livres das faladeiras! Pouco se me importa agora.
    A Universidade é maravilhosa e o portuga mereceu mesmo aquele beijo.Ora pois.

    Querida Nivia, voltei apaixonada por Portugal, minha segunda pátria!
    Já andava saudosa de vc!Obrigada.

    Sdções coimbrenses..

    ResponderExcluir
  10. ET.

    O Cambeta deve ter tomado uma tal de "ginja" que provei lá em Óbidos e pelo que me disseram, é melhor que seus sais centuplicados..

    Até breve..

    ResponderExcluir
  11. Cara confrade Cristina Fonseca!
    Você não vai nos contar circunstancialmente o que a sobrinha da Dona Miquelina, a Imaculada da Conceição do Rego Freitas, que mora em Coimbra, relatou para a tia?!...
    Caloroso abraço! Saudações mexeriqueiras!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  12. Estimado Comfrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    A sobrinha da Dona Miquelina, a Imaculada da Conceição (só no nome) do Rego Freitas, deve ter assitido à entrega do Honoris Causa, à nossa estimada amiga Cristina, e deve ter ficado danada.
    Aquele beijo angélico, a queimou e nada mais quis na catedra dali saindo com a língua bem afiada.
    Coimbra, embora seja a cidade universitária é igualmente a cidade da má língua.
    Eu me diplomei na universidade de Foking na China.
    Abraço amigo

    ResponderExcluir
  13. Estimado confrade e amigo António Cambeta!
    Ché, quero ver o que o nosso estimado confrade Pedro Coimbra dirá do que você disse da cidade de nascença dele...
    Caloroso abraço! Saudações coimbraianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  14. Que entretenimento aqui encontrei!
    Boa noite a todos : )

    ResponderExcluir
  15. Cara confrade Catarina!
    É sempre alvissareiro quando a vejo embarcar neste vagão do Expresso do Oriente e mais ainda quando nos brinda com comentários!
    Volte sempre!
    Caloroso abraço! Saudações dionísicas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  16. Prezado Chefe,

    Acabo de receber um telefonema indignado de minha amiga, Dona Miquelina, absolutamente enfurecida em saber que o seu augusto cônjuge esteve envolvido em colóquios nada republicanos no seu excelso comboio. A dama está particularmente enlouquecida. E nem preciso mencionar que a portadora das más novas foi a Hermenegilda, esta, também envolvida no tórrido affair coletivo que se passou em uma das luxuosas cabines do Expresso Oriente.

    Recomendo que o Senhor lhe envie um cabograma, esclarecendo que o inusitado acontecimento se passou porque os envolvidos estavam sob os efeitos perigosos do ar primaveril e de alguns outros alucinógenos ministrados em sua bebida pela Senhorita Agrado, desagradada porque o Pinto Pacca não tinha muitos olhos para ela.

    Com essa explicação, talvez a piedosa dama possa acalmar-se e desistir de sua vingança maligna - queixar-se ao governador do Estado, pedindo que rebaixe o coronel seu marido, submetendo-o a julgamento pela ínclita Corte Militar, por má-conduta social.

    Esperemos.

    Já o Godô continua todo enrolado em sua impávida mangueira, ainda não acreditando que a sua Hermê foi capaz de ceder aos encantos do Cambeta. Em contato telefônico, fi-lo perceber que não há vivente humano que, de vez em quando, não caia em tentação, por mais virginais que sejam as suas condutas. Ele ficou mais calmo. Todavia, precisará de umas 500 rosquinhas da Hermê para consolar-se adequadamente.

    Aguardo notícias de suas providências. Ah! E a Dona Miquelina quer, de qualquer maneira, a bússola que o Senhor ficou de consertar há um ano atrás, encontrada na cripta da Catedral da Sé, nas fatídicas visitas das quartas-feiras... Vire-se, caro amigo!

    Saudações periclitantes!

    Nivia

    P.S. Aqui em Santiago, o ar está insuportável primaveril!

    ResponderExcluir
  17. Caríssima confrade Nívia Andres!
    Agradeço sua atenção em dar-me conta dos telefonemas recebidos!!!
    Pode deixar que falarei com minha amiga, a Dona Miquelina, para fazê-la entender que é melhor abafar o caso e fazer que nada aconteceu, porque já pensou se o Coronel Epaminondas Albuquerque Pinto Pacca descobre que a Dona Miquelina sentiu palpitações exacerbadas pelo nosso estimado confrade António Cambeta e já teve reiterados sonhos lascivos com o alentejano?!...
    Em relação ao bombeiro Godofredo sei que ele é muito liberal e é capaz de perdoar as estrepolias da Hermenegilda, porque é incapaz de ficar sem as saborosíssimas e disputadíssimas rosquinhas da Hermenegilda, que somente ela sabe fazer!!!!
    Quanto a nossa querida amiga Cristina Fonseca, a sobrinha da Dona Miquelina, a Imaculada da Conceição do Rego Freitas, disse que não foi somente um beijo que a Cristina deu no Manuel Joaquim Venturoso do Espírito Bento... Além do mais ela não é prima da Dona Miquelina, mas sim sobrinha bisneta daquela tia da Dona Miquelina, a Maria das Angústias, que morreu solteira, porque o Creme Tokalon a deixou com a pele toda enrugada... Como a Dona Miquelina tem sobrinhas(as) espalhadas(os) por toda a Península Ibérica, a Cristina foi vista pelo sobrinho da Dona Miquelina, o Angélico da Purificação Aveludado, nos domínios de Cervantes, mais precisamente na cidade de Salamanca, lançando olhares lânguidos para o toureiro, Alfonso Curta Rollo!!!! Ché, só faltava a Dona Miquelina ter sobrinhos em Madri, Toledo, Barcelona e no Caminho de Compostela...
    Caloroso abraço! Saudações ibéricas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  18. Bom dia, caro amigo!

    Bem, bem, então encarregue-se de apaziguar todos os ânimos! o Senhor tem razão, a Dona Miquelina não tem muita razão em quedar-se tão mortificada. Lembro-me, ainda, das grandes estripulias que a dama protagonizou quando, mais jovem, beeem mais jovem, diga-se de passagem, era presidente do fã-clube do Ronnie Von e moveu mundos e fundos para conquistar o Príncipe da Jovem Guarda, sem sucesso algum... Ademais, também fiquei sabendo, por sua prima, Divina Anunciação Zeno D'Andreolli Benevenutto, que a Mique arrastou uma asinha pelo Erasmo Carlos, pelo Eduardo Araújo, pelo Jerry Adriani e, até mesmo pelo Wanderley Cardoso... Dizem as más línguas que o Márcio, dos Vips, também dançou... Enfim, a Miquelina aproveitou bem a juventude, n'est pas?

    De resto, interessei-me pela jornada europeia de nossa querida amiga Cristina. Parece que causou grande estrago nos corações ibéricos, o que é ótimo!

    Só gostaria de saber o que é feito do Juca Honorato Gato, mais conhecido por Juca Gato, descendente direto do famoso bandeirante Borba Gato, com quem ela mantinha um relacionamento de aliança, inclusive, posto que eram noivos... Será que ele ainda continua embrenhado nas Geraes, atrás dos diamantes escondidos pelo seu tetra-tataravô? Dizem que a quantidade de pedras é enorme... Quem sabe ela nos dá alguma notícia do bravo desbravador do Caminho Real?

    E será que o tal do Manuel Joaquim Venturoso do Espírito Santo é uma rapaz decente e gentil? Vamos fazer uma investigação completa, através da Interpol, para sabermos se ele merece os sentimentos de nossa estimada amiga. Só assim ficaremos tranquilos.

    Saudações jucagateanas!

    Nivia

    ResponderExcluir
  19. Caríssima amiga Nivia Andres, bom dia!
    Segundo a sobrinha da Dona Miquelina, a Imaculada da Conceição do Rego Freitas, o Manuel Joaquim Venturoso do Espírito Santo é um ilustre Catedrático da Universidade de Coimbra!!!!
    Quanto ao namorado bandeirante da nossa querida amiga Cristina Fonseca, o Juca Honorato Gato, a última informação que tive é que ele está residindo num pequeno município localizado no sul do Estado de Minas Gerais... Só não digo o nome por questão de segurança, porque ele tem em seu poder pedras preciosas do tempo do seu ascendente famoso, o bandeirante Borba Gato!!!! Agora a Cristina está soltando longos suspiros pelos seus pretendentes iberianos, principalmente pelo catedrático Manuel Joaquim Venturoso do Espírito Santo, certamente em breve seu nome será Maria Cristina Fonseca Venturoso do Espirito Santo, amém!!!!!!
    Até a Senhora já sabe das aventuras amorosas da minha amiga, a Dona Miquelina, no tempo que ela não perdia nenhuma festival da Jovem Guarda patrocinado pela TV Record?!... A prima da Dona Miquelina, a Divina Anunciação Zeno D'Andreolli Benevenutto, esqueceu de lhe contar que ela assistia apresentações do cantor Agnaldo Rayol usando missaias, que deixavam o cantor rubro... Além de frequentar os Festivais da TV Record também ia lá na Rua Nestor Pestana assistir as lutas livres promovidas pela extinta TV Excelsior e soube que ele teve um breve "affair" com ator e lutador Ted Boy Marino... Acho que é por isto que na contemporaneidade ela vai todas às quartas-feiras à Cripta da Catedral da Sé, rogar as intercessões do poderoso Cacique Tibiriçá e da Nossa Senhora de Guadalupe, para colocar em bons lugares seus quatro falecidos maridos, dar muito vigor para as suas paixões do tempo da Jovem Guarda e fazer penitência pelo tempo que subia e descia a Rua Augusta usando missaias de fechar o comércio augustiano!!!!
    Ainda bem que o Coronel Epaminondas Albuquerque Pinto Pacca faz jus ao sobremenome que tem, porque a Dona Miquelina está sempre de pito aceso!!!!
    Caloroso abraço! Saudações jovemguardianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir

Google+ Badge