O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Lembrei da película "Rosalie vai as compras"


8 comentários:

  1. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    O detsctive Pardal viu essa maravilhosa pelicula e ficou encantado.
    Com o Pardal tem o feitio de investigar tudo e nada, e esta ficando pior que a Lambisgóia que tudo sabe e tudo vê, ao ver o ilustre Prof. com esses saquinhos de compras viu logo que aproveitou a quadra natalicia para ir fazer compras de decoração no shopping, porém ficou na dúvida se teria ido ao TAMBORE, JUNDAI e tivesse ido ao Shopping de São Bernado, mas em qualquer deles foi, por certo, bem servido.


    Rosalie (Marianne Sägerbrecht) é uma dona de casa alemã que vive dentro do sonho americano, morando no interior do estado do Arkansas: tem um marido perfeito (um aviador de dedetização aérea), uma família maravilhosa com sete filhos e uma coleção de cartões de créditos falsos e talões de cheques “borrachas” tão vasta que consegue alimentar seus filhos como reis e comprar qualquer produto que ela vê nos comerciais sem fim que toda a família adora (preferem ver os intervalos comerciais e canais de televendas a filmes ou shows).

    Rosalie é uma simpática e carismática tranbiqueira que sozinha com seus golpes na praça sustenta os desejos de uma família excêntrica: duas gêmeas limítrofes, um jovem cujo sonho é tornar-se um "chef" (Rosalie colabora comprando as mais caras iguarias de gastronomia), outro com um irritante tique de bater um pé nas refeições, o marido fanático por aviação que grava sons de motores de aviões para todos ouvirem e vive dando voos rasantes sobre a casa, e assim por diante.

    Todos com um inquebrantável otimismo no sonho americano transmitido pelos histéricos canais de televendas diante dos quais a família toda se reúne para acompanhar os jingles e antecipar os slogans. Para eles todo sonho ou desejo tem o dever de ser realizado pelo consumo. Se a única barreira que impede isso é a financeira, Rosalie vai dar conta desse empecilho.

    Mas as dívidas de Rosalie vão crescendo e os cheques “borrachas” dela não são mais aceitos pelas lojas e supermercados locais o que a obriga a partir para golpes no interior da própria família: limpar a poupança do filho que presta serviço militar na Alemanha e vender as passagens aéreas de volta dos pais que vieram da Bavária para visitá-la.

    Tudo muda ao conhecer um computador completo, com modem e impressora. De consumista Rosalie torna-e uma hacker e compreenderá a frase dita pelo carteiro que sempre entrega suas correspondências cheias de cartas de cobrança: “Quando deve 100.000 o problema é seu, mas de você deve um milhão o problema é do banco”. Pronto, Rosalie estará no topo outra vez, revertendo o jogo do sistema financeiro ao criar uma volumosa dívida e uma empresa fantasma.

    Abraço amigo saudações investigadoras.

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo Rui da Bica!
    Na verdade fui ao Shopping Center da Praça da Moça, que fica somente uma quadra da minha residência.
    Certamente o Detetive Pardal investigará este centro de compras que citei...
    Sabia que você ficaria encantado com a imperdível película que indiquei!
    Agradeço a habitual atenção do Detetive Pardal em pesquisar e publicar sobre a película citada!
    Caloroso abraço! Saudações parcimônicas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  3. Este ano, por cá, os Centros Comerciais estão a sentir bem a diferença de anos passados ! Consegue-se estacionar o carro nos parques sem grandes problemas, vê-se muita gente nas lojas, mas mais para ver do que para comprar, ou então na tentativa de encontrar algo bem baratinho !
    De um modo geral cada um restringiu ao mínimo a sua lista de beneficiários de prenda e estabeleceu um limite de valor para cada uma.
    As próprias decorações natalícias não são bem o que eram, enfim, será um Natal algo diferente !
    Há no entanto uma coisa que me emociona : sentem-se as pessoas mais abertas à dádiva nas várias campanhas de angariação de alimentos e bens de primeira necessidade para distribuir por quem mais precisa e isso, sim, é o verdadeiro espírito de Natal !

    Grande abraço natalício !
    .

    ResponderExcluir
  4. Caro amigo Rui da Bica!
    O consumismo exacerbado é uma compulsão.
    Caloroso abraço! Saudações prudentes!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Didema-SP

    ResponderExcluir
  5. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    O Inspector Pardal sabia que em Diadema o único shopping existente é o da Moça, era para me ter referido a ele, mas pensei que meu estimado Confrade não iria fazer comprar ai pelas redondezas.
    O local por certo será bem seu conhecido já que fica junto à Perfeitura de Diadema.
    E tem piada esse shopping da Moça ficar na Rua Graciosa, será para dizer algo de encantador.
    E já agora direi que o Pardal está mudando de nome, defato ele tem bico mas não é Rui da Bica rsrsrsr.
    Abraço amigo, agora sou eu que irei às compras aqui ao lado na China, veremos se encontro uma boa moça para encher o saco srrsrs

    ResponderExcluir
  6. Estimado amigo António Cambeta!
    Peço-lhe minhas escusas pela gafe cometida. Prometo ficar mais atento para não trocar seu nome.
    Como o Shopping Center da Praça da Moça fica bem próximo da minha morada é muito mais prático adquirir alguma mercadoria sem precisar tirar da garagem minha máquina rodante.
    Caloroso abraço! Saudações envergonhadas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP















    ResponderExcluir
  7. Compras de Natal, caro Prof. João Paulo de Oliveira?
    Uma vez que vou estar ausente da blogosfera nos próximos dias, deixo-lhe um grande abraço e votos de um Santo Natal para si e família!

    ResponderExcluir
  8. Caro amigo Pedro Coimbra!
    Agradeço e retribuo os auspiciosos votos!
    Caloroso abraço! Saudações esperançosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir

Google+ Badge