O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Horror no Cinema Brasileiro


Caros confrades/passageiros!
A Cinemateca Brasileira iniciou o mês de fevereiro com uma programação para aqueles cinéfilos que apreciam sobremaneira ficar com palpitações exacerbadas no escurinho do cinema!
Confiram a programação no endereço eletrônico apontado a seguir:
http://www.cinemateca.gov.br/programacao.php?id=288


PS - Hoje é um dia que traz reminiscências funestas aos paulistanos, porque neste fatídicio dia do ano de 1974 o Edifício Joelma foi envolvido pelo fogo que causou a morte de 191 pessoas.
Nesta Mostra do Horror no  Cinema Brasileiro  a Cinemateca apresenta a película "Joelma 23º andar"...
Encontrei no Youtube esta película na íntegra!
LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!

Também encontrei na íntegra no Youtube a película "A Mulher do Desejo", que também faz parte da Programação da Cinemateca Brasileira!
LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!

Infelizmente não encontrei no Youtube a película "Veneno" de 1952.

9 comentários:

  1. Caro Prof João Paulo, isto é mesmo terror e horror !!!...
    Esse terrível incêndio, pouco tempo anterior à nossa Revolução, deve ter sido horrível e foi muito bem passado para o cinema !
    Quanto ao outro, aborda uma questão em que não sou muito crente (a dos espíritos) e é igualmente horrorosa ! :((
    Filmes muito adequados a passar em cinemateca!

    Abraço ! :))
    .

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo Rui da Bica!
    Também não creio em espíritos.
    Caloroso abraço! Saudações racionais!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  3. Casto compadramigo

    Tou de volta. Foram tempos muito difíceis desde Maio 2012 até há dez dias. Claro que tinha de vir aqui, só para saber de combóios, pois amanhã a Raquel e eu vamos num Alfa Pendular até Coimbra onde passamos o fim-de-semana com um casal Amicícssimérrimo.

    À volta éke vão ser eles. Na senda-feira tenho consulta na psiquiatra e, espero-o e desejo-o, estarei em forca, com ç por estas bandas

    Bjs às mininas e um abrç para tu
    Henriquinho

    ResponderExcluir
  4. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    Quanto aos espiritos tenho uma outra versão sobre eles,só que os não viu é que não crê que os haja, mas´mesmo assim como dizia S.Tomé, ver para crer.
    Quantos aos filmes em questão, o Pardal quando regressar a casa irá ver e saber algo mais sobre eles.
    Abraço amigo

    ResponderExcluir
  5. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    Não encontrei o filme no Youtube, existem outros filmes com veneno mas não este, porém descobri o enredo do mesmo.

    Hugo é funcionário de uma indústria de vidros, que ama apaixonadamente sua esposa Gina. Ela, ao contrário, demonstra completa indiferença por ele, que vai ficando obcecado pela idéia de que sua esposa o odeia. Tem horríveis pesadelos durante os quais se vê matando Gina. Cada sonho termina sempre com um implacável delegado de polícia que o interroga. Hugo passa a confundir sonho e realidade depois que é procurado pelo mesmo delegado de polícia do sonho, que vem indagar se sua casa não foi assaltada. Envolve-se progressivamente neste vórtice que o leva a envenenar Gina, cometendo um crime quase perfeito...

    Abraço amigo

    ResponderExcluir
  6. Sobre a Mulher do desejo, e que não as desejará, e Marcelo Carrard nos diz que é
    um filme de forte acento gótico ambientado em Ouro Preto, Minas Gerais. Assim pode ser brevemente definido o belo filme de Carlos Hugo Christensen, protagonizado por José Mayer e Vera Fajardo. A estrutura do roteiro lembra a de várias narrativas góticas. Um casal herda uma casa, além da fortuna do tio do marido, com a condição de que devem viver na mansão. Aos poucos o marido passa a adquirir os traços da personalidade do parente morto, ao mesmo tempo em que descobre que sua mulher é idêntica a uma antiga paixão não correspondida do tio, que cometeu suicídio.

    Além da figura de um sinistro mordomo, o filme ainda apresenta atmosferas sombrias que reforçam a presença sobrenatural do morto e a ação dessa força sobre a própria casa. O filme reporta-se à trama de Drácula, e também apresenta belas cenas de sexo, fotografadas com requinte, mostrando os amantes suspensos por seu desejo e a presença cada vez maior do espírito se apossando do corpo jovem do sobrinho, para poder consumar a paixão platônica da juventude, tragicamente interrompida.

    José Mayer interpreta os dois papéis. A orquídea que parece eternamente bela e viva representa a força da obsessão do tio e a representação do amor eterno que rompe os limites da morte. Sem grandes efeitos, o filme consegue manter a atenção do espectador presa até o final, mesmo com a trama cada vez mais encapsulada dentro da velha e sombria casa.

    A sequência em que o padre é violentamente agredido pelo possesso personagem de Mayer é de grande força. Com poucos personagens e um único cenário principal, o filme se mantém firme graças à direção precisa de Christensen e ao casal de protagonistas.

    Um filme clássico, tanto do ponto de vista formal, quanto em sua leitura do universo gótico. A sequência na qual a casa parece criar vida é muito criativa e eficiente e reforça uma ameaçadora frase do sinistro mordomo, que diz que uma casa “aceita” ou não seus donos.

    Marcelo Carrard

    Abraço amigo, saudações pardalescas

    ResponderExcluir
  7. Baseado em Somos Seis, obra psicografada pelo médium Chico Xavier, Joelma 23º. Andar foi o primeiro filme brasileiro com temática espírita e o único que retratou o trágico incêndio do edifício Joelma que deixou 179 mortos e mais de 300 feridos. A jovem Lucimar (Beth Goulart) e seu irmão Alfredo trabalham num dos escritórios do edifício Joelma, em São Paulo. No incêndio do Joelma, Lucimar morre e Alfredo escapa com vida. Dona Lucinda, a mãe de Lucimar, entra em depressão com a morte da filha. Aconselhada por amigos, ela procura o médium Chico Xavier, em busca de uma mensagem do outro mundo.
    Abraço amigo

    ResponderExcluir
  8. Caro amigo Henrique Antunes Ferreira!
    Folgo saber que está em franco restabelecimento e mais ainda que embarcou neste vagão do Expresso do Oriente!
    A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, ficará saltitante quando souber que tornou-se novamente passageiro habitual deste vagão do Expresso do Oriente!
    Embarque sempre vigoroso e garboso!
    Caloroso abraço! Saudações jubilosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  9. Caro amigo António Cambeta!
    Não me canso de agradecer os valiosíssimos préstimos do Detetive Pardal que sempre nos brinda com relatórios investigativos impecáveis!
    Caloroso abraço! Saudações misteriosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    PS - Fiquei 27 horas sem conexão com o mundo virtual por conta de uma tempestade de verão...

    ResponderExcluir

Google+ Badge