O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

domingo, 8 de agosto de 2010

Dia dos Pais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...









EPÍSTOLA PAULIANA
Conversando com o Pirapora digo meu pai
Diadema, minha amada cidade, 8 de agosto de 2010.
Amado pai!
Mais uma vez venho aqui no seu jazigo, no sepulcrário da Vila Euclides, na parte reservada à Irmandade do Santíssimo Sacramento, para pedir-lhe a benção!
Pai, anteontem se o Senhor estivesse entre nós, teria completado 91 anos e amanhã completará 13 anos que não tenho mais a prerrogativa de vê-lo em carne e osso... O Senhor sabe por que hoje os jazigos estão repletos de flores?!... Quem saber mesmo?!... Então vou dizer-lhe: - HOJE É O DIA DOS PAIS!!!!!!!! Como nunca, jamais, em tempo algum, poderei abraçá-lo, bem como ouvir suas risadas estrondosas, que ainda ecoam nas minhas reminiscências, tenho como consolo vir neste “campo santo”, como dizia a mãe, para supor que estou falando com o Senhor, porque ainda continua dificílimo aceitar o seu desaparecimento. Para suportar a dura realidade da sua ausência, faço de conta, como a Emília, tomando o pó de pirlimpimpim, que meu “fiel amigo e mordomo imaginário”, o Max, chama de sais e os peço centuplicado, para supor que estou conversando com o Senhor através desta epístola, imaginando-o vigoroso no Olimpo!!!
Pai, tenho certeza que adoraria ter conhecido minha amada neta, que já tem 6 anos!!!... Imagino como a abraçaria calorosamente, além dos incontáveis beijos, que lhe daria!!! Cá entre nós, não é enfadonho ficar eternamente ai no Olimpo flanando sem destino pelas frondosas alamedas olimpianas, ouvindo os anjinhos barrocos tocando harpa e bocejando a todo instante, bem como seguindo aquelas intermináveis litanias?!... Folguedos a parte, o Senhor lembra:
- quando me levava à escola e eu ia todo garboso em pé, na sua máquina rodante?!...
- quando imediatamente colocava a mão no bolso e dava-me dinheiro para comprar livros ou então para que eu pudesse ir ao cinema e teatro?!...
- quando levava passageiros em viagens longas, levando-me também?!... Ainda sinto o cheiro delicioso do pão com mortadela e do guaraná Antarctica que o Senhor pedia para mim nas paradas na estrada, lembra?!...
- quando íamos visitar a avó Maria e depois íamos à casa da tia Noêmia lá em Piraporinha?!...
- quando o Senhor chegava em casa e eu corria ao seu encontro e o Senhor me carregava e beijava... A seguir, na hora da refeição, colocava-me no seu colo e o Senhor compartilhava comigo o seu almoço?!...
- quando eu trabalhava na Fundação Santo André e muitas vezes o Senhor me levava até lá?!...
- lembra quando adoeci na minha já distante adolescência e o Senhor fez de tudo para que meu restabelecimento fosse célere?!...
Amado pai, são tantas as lembranças, que meus outonais olhos estão marejados e lágrimas deslizam pela minha face sem viço de tantas saudades que sinto do Senhor...
Adorado pai, peço-lhe de joelhos, perdão:
- pelas preocupações que lhe causei...
- pela minha omissão quando o Senhor estava combalido e me chamava...
- por não ter suportado vê-lo fragilizado e dependente e não ajudado as meninas e o Raimundo, que não mediram esforços, com a esperança de que retornasse ao seu estado vigoroso, como era antes de adoecer...
- por não tê-lo ensinado a ler e escrever com fluência...
- por nunca ter-lhe dado reiterados beijos e afetuosos e apertados abraços, dizendo-lhe:
PAI: SEMPRE O AMEI, AMO E AMAREI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!... O SENHOR É A RAZÃO DA MINHA INSULSA EXISTÊNCIA!!!!!!!!!!!!!!...
Sua benção pai!!!!!
Até breve...
João Paulo de Oliveira

PS – Pai, será que se este seu filhinho, órfão de pai e mãe, ligar para o Ponto de Táxi Carlos Gomes, lá em Santo André-SP, telefone: 44-31-06, o Senhor atende?!...
- Trim!!!... Trim!!!!... Trim!!!...
Pirapora – Pronto.
JP – Pai, quem fala é o João!!!...
Pirapora – O que aconteceu João?!...
JP – Quando o Senhor vem me buscar?!...
Pirapora – Quando você menos esperar estarei ai...
JP – Estou esperando!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!... Sua benção, Pai... Venha logo...







Aproveito o ensejo para agradecer os valiosos préstimos do valoroso admistrador do Sepulcrário da Vila Euclides, o gentil Clodomir Santos, que é o autor de grande parte das fotografias quer eternizaram minha visita ao jazigo do meu adorado e saudoso pai!!!!... Também considero alvissareiro saber que o Clodomir embarcou e tornou-se passageiro do meu vagão do Expresso Oriente!!!... Seja bem-vindo, Clodomir!!!!!...

6 comentários:

  1. Querido amigo João Paulo.
    Não tenho palavras para descrever a comoção que me dominou, ao ler sua comovente carta ao seu pai. Lágrimas correram e me deu um nó na garganta, pois senti no coração a dor de perder um pai. Há um ano, perdi meu amado pai e assim como você, sinto a saudade da perda.
    Só quem teve um pai como nós tivemos, tem boas e doces recordações.
    Tenho certeza que o seu pai recebe esta carta com grande alegria e com o sentimento de dever cumprido.
    Como filhos agradecidos, podemos erguer nossos pensamentos aos nossos pais, que nos deram a vida e fizeram de nós pessoas melhores.
    Que Deus os tenha na glória e felicidade eternas e na certeza de que um dia nos reencontraremos, para concluirmos as tarefas filiais que ficaram incompletas.
    A você e a todos os pais, deixo aqui o meu abraço e o meu desejo de um Feliz Dia dos Pais, com muita Saúde, Paz e Amor!

    Carinhoso abraço.

    ResponderExcluir
  2. Fátima Meirelles08 agosto, 2010 12:39

    Parabéns, professor João Paulo de Oliveira.

    Tenho certeza que o correio celeste já entregou sua carta para seu pai, que deve estar orgulhoso de você e cônscio de que cumpriu com dignidade seu dever de pai, enquanto aqui viveu.

    Que neste dia consagrado aos pais, você receba o carinho de seus filhos e as bênçãos do seu pai que está no céu.

    Um grande abraço.

    Fátima Meirelles- R. Pires

    ResponderExcluir
  3. Caríssima amiga Cristina Fonseca!
    Agradeço sobremaneira suas gentis e acalentadoras palavras!!!!...
    Caloroso abraço! Saudações agradecidas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  4. Prezada confrade Fátima Meirelles!
    Muito obrigado pelas acalentadoras palavras!
    Afetuoso abraço! Saudações agradecidas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira

    ResponderExcluir
  5. Prezado amigo!

    Nossa saudade é a certeza de que amamos e fomos muito amados, de que aprendemos com os nossos pais e procuramos transmitir aos nossos filhos o legado paterno. Cabe-nos perpetuar a sua memória, para que permaneçam sempre conosco.

    ResponderExcluir
  6. Caríssima amiga Nivia Andres!
    Suas ponderadas e sensatas palavras deram-me alento para continuar desempenhando as atribuições e atribulações do cotidiano...
    Muitíssimo obrigado!!!! Nas horas que ficamos melancólicos é um refrigério ter amigos, como a Senhora, que nos dão esperanças de dias melhores!
    Caloroso abraço! Saudações esperançosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir

Google+ Badge