O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Película: "Beginners"





Caros(as) confrades!
A lambisgóia da Agrado está sôfrega para assistir a película "Beginners", que foi lançada nos domínios de Edgar Allan Poe no mês passado, bem como está curiosíssima para saber o título que terá entre nós, quando estrear nos meses vindouros!!! O enredo gira em torno de um homem de 75 anos, que ficou viúvo após 44 anos de casamento, e revela ao seu único filho que sempre foi homossexual...
Quero ser um cavalinho de circo se esta certamente imperdível película não for lançada em pré-estreia no Clube do Professor, na sessão das 11:00, que acontece todos aos sábados no Shopping Center Frei Caneca!!!!!

6 comentários:

  1. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    Como sempre gosto de aprender, e vendo o belo trailer que apresentou sobre o filme BEGINNERS, fui vasculhar e encontrei o seguinte:

    Uma das coisas mais legais do cinema atual, de muita propaganda, é justamente o seu ponto antagônico, ou seja, em meio a tanto estardalhaço em cima de alguns lançamentos surge, quietinho e quando menos se espera, um filme do qual nunca ou pouco se ouviu falar e que nos arrebata e toma um lugar no coração como uma pequena preciosidade.


    Mike Mills (de Impulsividade) fez deste seu segundo longa de ficção uma das melhores surpresas do ano e com um dos menores orçamentos – cerca de 3,2 milhões de dólares. Ele escreve e dirige a história de Oliver com uma leveza impressionante. É para abstrair do mundo e se envolver com os personagens encantadores como se já os conhecêssemos há anos.


    Oliver (Ewan McGregor) vive um período de instropecção geral após a morte do pai, quando conhece Anna (Mélanie Laurent), uma atriz divertida e imprevisível. A relação com Anna o faz refletir também sobre a relação com os pais, em diferentes fases. O convívio maior com a mãe e a desconfiança de que o casamento dos pais não ia bem, quando criança; e o convívio com o pai de 75 anos, que vivia então uma vida agitada e no mínimo diferenciada, depois que resolveu se assumir gay, ao mesmo tempo que convivia com um câncer que não lhe dava mais muita expectativa de vida.


    A observação dos últimos tempos de vida do pai e as constatações (não ditas) de Oliver são algo de muito emocionante, mas nunca deprimente. Assim, fica difícil não simpatizar com cada um dos personagens e não marejar os olhos junto com Oliver (numa interpretação tocante de Ewan McGregor). Dá até para acreditar nos pensamentos hilários – em forma de legenda – do cachorro de Oliver.


    Christopher Plummer é, desde já, um potencial candidato ao Oscar de ator coadjuvante, assim como também não será de se espantar se Mélanie Laurent, pela sua participação hipnotizante, também não esteja na briga na categoria feminina.


    Com a utilização de recursos simples e intimistas – como a luz natural e uma sutil câmera não mão – e a elaboração de cenas cotidianas à Woody Allen sem histeria, aliados a uma trilha sonora de bom gosto – que vai do black ao blues e ao soul e até à fanfarra – e elementos charmosos (como os divertidos desenhos fruto do trabalho de Oliver), Mike Mills realiza um pequeno tratado sobre o constante recomeçar de vida e o aprendizado com o recomeço dos outros.
    Uma história como poucas, por vezes tristonha, mas nunca deprimente, que nos serve de inspiração para apreciar melhor a nossa própria existência.
    Imagino como ficará a lambisgóia da Agrado, depois de ver esta maravilhosa pelicula, será que irá à Catedral orar uma Avé Maria?
    Um abraço amigo

    ResponderExcluir
  2. Estimado confrade e amigo António Cambeta!
    Sinto-me honrado em ter um passageiro tão ilustre, como você, que embarca diariamente neste vagão do Expresso do Oriente, e contribui sobremaneira para enriquecer as postagens aqui estampadas!!! São pessoas como você que me instigam a continuar a viagem neste vagão do Expresso do Oriente!
    Que a deusa da Justiça e da Sabedoria o tenha como pupilo sempre!
    Caloroso abraço! Saudações cinéfilas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    PS - Quanto a lambisgóia da Agrado é mais fácil ela ir as comprar após assistir a película do que ir à Cripta da Catedral da Sé!!!! Falando na Cripta da Catedral da Sé, a minha amiga, a Dona Miquelina e a lambisgóia da Agrado são desafetas...

    ResponderExcluir
  3. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    Fartei-me de rir com a essa da Dona Miquelina e a lambisgóia da Agrado serem desafesas, pois que enquanto uma vai penitenciar na Cripta da Catedral da Sé a Agrado, vai às compras e se for do agrado de alguém lá se marcha!...
    Abraço amigo

    ResponderExcluir
  4. Estimado confrade e amigo António Cambeta!
    A lambisgóia da Agrado é insaciável e esta sempre ávida a oferecer os disputadíssimos agrados da Agrado!!!! Para você conhecer mais amiúde a lambisgóia da Agrado recomendo que assista a imperdível película, do meu dileto cineasta espanhol Pedro Almodóvar, "Tudo sobre minha mãe", que ele nos brindou em 1999, onde a brilhante atriz Antonia San Juan dá vida a maravilhosa personagem Agrado!!!!
    Caloroso abraço! Saudações agradoianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  5. Oi confrade João!
    Há muito que o Expresso do Oriente me fascina. Quem diria que aqui o iria encontrar, mas nele viajar é sair um pouco do quotidiano e descobrir outros mundos.
    Obrigado pelas tuas palavras
    Abraço
    KIM

    ResponderExcluir
  6. Prezado confrade Kim!
    Fico honrado em receber tão ilustre passageiro neste vagão do Expresso do Oriente!!! Sinta-se em casa!!!! Não deixei de visitar a Cabine nº 5 onde a lambisgóia da Agrado reina soberana e terá muita satisfação em contar-lhe fatos da arca do arco-da-velha e mais satisfação ainda oferecer-lhe os disputadíssimos agrados da Agrado, que são conhecidos até nos confins do Deserto de Gobbi!
    Folguedos a parte, volte sempre!!!!
    Caloroso abraço! Saudações amistosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir

Google+ Badge