O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Nada é para sempre


Caros(as) confrades! No Dia das Mães, como sempre faço, fui ao sepulcrário da Vila Euclides, no município vizinho de São Bernardo do Campo-SP, prestar tributo a minha adorada e saudosa mãe e demais antepassadas... De repente, quando estava absorto nas minhas reminscências, sentado no jazigo da minha família , vejo duas distintas senhoras, que aparentavam ser da classe média, se aproximando... A seguir transcrevo o breve colóquio que mantivemos: Senhoras - Com licença, o Senhor aceita Jeová? JP - Quem? Senhoras - O nosso Salvador [sic] (elas estavam com um sorriso messiânico nas outonais faces). JP - Sou incrédulo. Senhoras - (com feição de piedade) O Senhor então acredita que nunca mais encontrará seus entes queridos? JP - Sim. O que faço aqui periodicamente é cultuar a memória dos meus antepassados, mas tenho a mais absoluta convicção que, nunca, jamais, em tempo algum, os verei, mas enquanto minha existência não cessar eles estarão vivos na minha memória. Respeito suas convicções, mas não acredito nas suas crenças e até considero digno de nota seus destemores em abordar pessoas estranhas para tentar convencê-las a acreditar num suposto ser superior oniscente e onipresente, que nos trata como marionetes. As distintas senhoras, muito educadamente, encerraram o breve colóquio e se afastaram com aquela expressão de piedade estampada nas suas faces... Por que será que muitas pessoas, com certeza com as melhores das boas intenções, tentam explicar o inexplicável através dos mitos e mais ainda procuram convencer seus semelhantes que elas estão certas?!... Como diz meu estimado confrade Pedro Coimbra: "Fé não se discute, ou se tem ou não".

16 comentários:

  1. Bom dia meu caro Prof.
    Apanhado este seu expresso já em andamento para lhe entregar um meu abraço num dia convencionado para celebrar todas as mães do mundo. Que sejam celebradas todos os dias é o que mais importa!

    Também eu não "vejo" que haja outro mundo para além deste apesar de tantas e tantas "demonstrações" nos mais variados locais da terra.
    Mas há que aceitar os que têm essa convicção, e se isso os faz felizes...
    O mal (digo eu) está com quem se aproveita dessas pessoas em seu benefício. Mas isto levar-nos-ia muito para além deste comentário!
    Por cá também me abordam esporadicamente pessoas que se intitulam: testemunhas de Jeová.
    Algumas vezes chego a filosofar com elas quando me parecem ter um interesse intelectual, mas a maioria das vezes não me dou ao trabalho. Não por sobranceria mas porque comigo não merece a pena.
    E, tal como o amigo, também não aceito que me queiram impor algo em que não acredito!

    Meu amigo, então e o seu físico? Vejo que já deixou o colar. Sente-se melhor?

    1 abraço e um sorriso!

    ResponderExcluir
  2. Venho apenas deixar-lhe um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Estimado confrade e amigo José, bom dia!
    Que refrigério se deparar com seu argutíssimo comentário!!!!
    Fui liberado do colar pela reumatologista... As dores continuam, mas o que importa é que comecei o tratamento prescrito pela reumatologista...
    É muito reconfortante, quando estamos combalidos, saber que nossos amigos estão desejando pronto restabelecimento!!!
    Muitíssimo obrigado!!!!
    Se não tivesse cancelado a viagem ao reino distante além-mar neste momento certamente estaria encantado em conhecer a Ilha da Madeira!!!
    Caloroso abraço! Saudações esperançosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  4. Cara confrade Catarina!
    Agradeço e retribuo o cumprimento!!!!
    Caloroso abraço! Saudações fraternais!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  5. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    Seu gesto é digno de todo o Amor, eu, infelizmente o não posso fazer anualmente, visto minha saudosa mãe, estar sepultada em sua vila natal, Alandroal, mas sempre que ia a Portugal ia ao cemitério e orava junto de sua campa.
    Eu não sou ateu, mas acredito que algo nos rege, essas otunais senhoras se queriam aproveotar, tal como em Évora uma vez dois senhores da ordem do Menino Jesus, bateram à minha porta, por essa altura eu e meu cunhado estavamos trabalhando no duro, esses dois senhores queriam entrar para falar da sua ordem e tentar-nos captar para a mesma, a resposta que lhes dei foi simples e rápida, se me querem ajudar, eu abro a porta da garagem e carreguem uns baldes de cimento até ao terraço, acabou a conversa!...
    Abraço amigo e votos de melhoras.

    ResponderExcluir
  6. Estimado confrade e amigo António Cambeta!
    As pessoas têm todo direito de acreditarem no que quiserem, o que me deixa exasperado é quando tentam convencer seus semelhantes a acreditarem nas suas convicções como se fossem donas da verdade...
    Caloroso abraço! Saudações racionais!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  7. Prezadíssimo amigo, bom dia!

    O que realmente vale, nesta vida, é que nos lembremos com carinho daqueles a quem amamos e que já se foram, mas que ficarão sempre junto a nós, pelos laços indestrutíveis desse amor!

    Espero que se restabeleça de suas dores o mais breve possível que que possa fazer a maravilhosa viagem para as terras de além-mar!

    Sua madrinha, D. Lidia, lhe manda um maternal abraço e sua bênção.

    Com muito carinho, sua sempre amiga,

    Nivia

    ResponderExcluir
  8. No Dia da Mãe não pude "visitar" a minha que também habita numa cidade de mármore mas estive lá ontem!

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Cara confrade Rosa dos Ventos!
    Estamos na mesma sintonia!
    Caloroso abraço! Saudações maternais!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  10. Estimado amigo Todesca!
    Folgo saber que tão ilustre passageiro deixou comentário no livro de bordo deste vagão do Expresso do Oriente!!!
    Caloroso abraço! Saudações reflexivas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  11. Caro professor. Essas pessoas que se dizem testemunhas de Jeová, sinceramente e com todo o respeito, são umas chatas, que aparecem na porta da gente, quando menoss esperamos e quando não podemos atende-las. Certa vez um desses crentes bateu aqui em casa e abordaram minha mãe, que estava no jardim,circulando com sua cadeira de rodas.. Assim que o inconveniente crente começou a fazer sua preleçao, minha màe o interrompeu dizendo-lhe que nào carecia perder tempo com ela, pois ela já sabia de cor e sateado os sagrados preceitos cristãos e posse a fazer um discurso que não terminava mais, a ponto de notar-se a inquietude naquela pessoa que pretendia transmitir seus ensinamentos a uma anciã... Quando ele percebeu que não conseguiria desvencilhar-se tão cedo da minha mãe, despediu-se de supetão e desapareceu na curva da rua..E minha mãe ainda ainda gritou dizendo que não viessem ensinar o padre nosso ao vigário..rsssss .Nós, que assistimos a cena atras da cortina caimos no riso ao ver o rosto apavorado do crente que pretendia evangelizar minha santa mãezinha..Esse com certeza aprendeu uma boa lição e acho que até desisti de fazer visitas inconvenientes aos domingos, sem serem convidados..
    abço

    ResponderExcluir
  12. Estimada amiga Cristina Fonseca!
    Sua destemida mãe, que tive a prerrogativa de conhecer em carne e osso, deixou patente que é portuguesa com certeza, porque diz o que pensa sem titubear!!!
    Caloroso abraço! Saudações incrédulas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  13. Caríssima amiga Nivia Andres, boa noite!
    Folgo saber que minha estimada madrinha, a sempre radiante Dona Lídia, não esquece deste seu afilhado ingrato!!!!
    Agradeço os votos de pronto restabelecimento e gentis palavras!!!!
    Caloroso abraço! Saudações esperançosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  14. Mantenho a opinião, caro Prof. João Paulo de Oliveira.
    Nesse tema (fé) não há qualquer discussão que me pareça fazer sentido
    Sente-se, ou não.
    Só isso.
    Aquele abraço

    ResponderExcluir
  15. Caro confrade Pedro Coimbra!
    Sua opinião reflete a pessoa sensata que você é!!!!
    Caloroso abraço! Saudações racionais!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir

Google+ Badge