O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Nobilíssimo escritor gaúcho: João Simões Lopes Neto (1865-1916)


Caros(as) confrades!
Com a devida anuência da minha estimada amiga, a jornalista Nivia Andres, tenho a gratíssima satisfação de publicar neste vagão do Expresso do Oriente, a supimpa notícia que ela teve a gentileza de enviar-me!!!!! Assim que recebi a correspondência eletrônica da Nivia enviei ao meu querido amigo Lúcio Alves, que também preparava-se para enviar-me a mesma notícia!!!!


"Olá, caríssimo amigo! Tudo bem?
Adorei a notícia que li hoje no jornal Zero Hora, que reproduzo abaixo. Para o meu e, certamente, o seu deleite, foram encontradas obras inéditas de J. Simões Lopes Neto, que brevemente serão publicadas - Artinha de Leitura e Terra Gaúcha. Estou doida para lê-los. Serão preciosidades! Achei que o Senhor iria gostar da notícia!
Saudações simonianas!

Nivia"


"Clássico dos pampas08/02/2012

Obra didática de Simões Lopes Neto será editada pela primeira vez

Compêndio de histórias e cartilha de alfabetização elaboradas pelo autor de Contos Gauchescos devem ganhar edição em livro este ano.
Obra-prima do regionalismo brasileiro, livro fundamental da identidade gaúcha, o livro Contos Gauchescos, de Simões Lopes Neto (1865 - 1916), completa cem anos de publicação em 2012. Entre as ações comemorativas estão a reedição, pela L&PM, de Contos Gauchescos & Lendas do Sul, com 1,5 mil notas comentadas do organizador Luís Augusto Fischer, e também o lançamento de dois livros inéditos do autor.
São eles Artinha de Leitura, uma cartilha de alfabetização, e Terra Gaúcha, homônimo de um volume sobre história do Rio Grande do Sul que Simões deixou pronto e que foi publicado postumamente em 1955. Este Terra Gaúcha que permanece inédito até hoje, tanto quanto a sua Artinha (palavra que designa um manual de rudimentos de determinada matéria didática), é voltado ao público escolar e revela um autor em meio a uma guinada que seria definitiva para a sua produção intelectual.
Ele escreveu os dois livros na primeira década do século 20 – diz Fischer, que também é o organizador da publicação de ambos. – Antes, ele escrevia muito para teatro. É nesse período que passa a investir mais na linguagem literária e nos temas regionais.
Sabia-se da existência de Artinha de Leitura e Terra Gaúcha há mais tempo, mas o primeiro só foi de fato descoberto em 2008, quando a professora Helga Piccolo folheava um velho livro comprado em um sebo. Pequena caderneta escrita a mão em forma de cartilha, a Artinha simplesmente caiu do meio de suas páginas. Foi doada à Universidade Federal de Pelotas (UFPel), cidade em que Simões nasceu e viveu, e agora está cedido em comodato ao Instituto Simões Lopes Neto.
Terra Gaúcha, por sua vez, veio a conhecimento público por meio da biografia do autor escrita por Carlos Francisco Sica Diniz e publicada em 2003. Sica Diniz viu o material ao visitar o jurista pelotense Mozart Russomano, que havia herdado o exemplar da viúva de Simões. Por alguma razão, que pode ser uma avaliação precipitada de seu conteúdo por parte de Russomano e alguma bronca pessoal por parte da viúva – ela atribuía à atividade literária parte da culpa pela decadência social do casal, lembra Fischer –, decidiram mantê-lo em segredo.
Adquirido pelo bibliófilo Fausto Domingues após a morte do jurista, o livro enfim será editado. Em dois volumes de aproximadamente 70 páginas, exatamente como foram concebidos por Simões Lopes Neto. O projeto já está aprovado para captar patrocínio por meio da Lei Rouanet, que permite renúncia do Imposto de Renda.
Fischer relata, antecipando o conteúdo do material que será publicado, que Terra é um compêndio de histórias sobre a vida no campo elaboradas para se ler em aula a partir
do modelo de Cuore, clássico de formação do italiano Edmondo de Amicis que acaba de ser reeditado pela Cosac Naify com o título de Coração. É dividido por meses, para ser lido ao longo de todo o ano letivo.
– E tem – observa – uma personagem-chave que é uma preta velha contadora de lendas, a siá Mariana, que relata para meninos a história do Negrinho do Pastoreio. Ou seja, Simões Lopes Neto antecipa em 20 anos o que Monteiro Lobato faria com a Tia Anastácia em Sítio do Pica-Pau Amarelo. Não é pouca coisa."


2 comentários:

  1. Bom dia, caro amigo!

    Então, não é motivo de alegria para nós, apreciadores da obra de João Simões Lopes Neto, a descoberta de mais dois livros de sua autoria, que serão publicados ainda este ano?

    Fiquei felicíssima quando li a notícia em Zero Hora e, imdediatamente, lembrei-me do Senhor, que tanto gosta da obra desse autor gaúcho. Inclusive, utiliza os escritos dele para deliciar os seus pequeninos, em sala de aula, como podemos ver nos vídeos que disponibiliza nesta postagem.

    Tenho certeza de que estas obras descobertas recentemente farão sucesso merecido e contribuirão para engrandecer, ainda mais, a obra de João Simões Lopes Neto.

    Saudações simonianas!

    Nivia

    ResponderExcluir
  2. Caríssima amiga Nivia Andres!
    Também fiquei jubiloso com a supimpa notícia!!! Muitíssimo obrigado por avisar-me de pronto!!!
    Caloroso abraço! Saudações pampeanas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir

Google+ Badge