O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

domingo, 6 de outubro de 2013

Película "Mato sem Cachorro!

Caros confrades/passageiros!
Assisti na sessão das 11 horas, que acontece todos os sábados no "Clube do Professor", lá no Shopping Center Frei Caneca, a película brasileira "Mato sem Cachorro"!
A comédia cumpriu o papel de me distrair para esquecer os percalços que a vida me impôs...
Fiquei perplexo em ver a sempre radiante atriz Elke Maravilhosa caquética.
O título da película veio bem a calhar por conta de uma situação melindrosa que estou sujeito...
Assim que a película terminou meu telefone portátil vibrou!
Preciso dizer quem era?!...
Claro que era a minha amiga, a Dona Miquelina Pinto Pacca! (huhummm)
Ela disse-me que antes de ir à Cripta da Catedral da Sé, como faz todas as quartas-feiras, no período vespertino, desfiar o Santo Rosário para solicitar a intercessão do poderoso Cacique Tibiriçá e da Nossa Senhora de Guadalupe, foi a cartomante boliviana, a Mercedes Rollo, que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, lhe indicou. Esta cartomante atende num apartamento decadente lá no bairro do Pari.
Quando a Mercedes Rollo deitou as cartas, que não mentem jamais, na mesa arregalou os olhos e disse para a Dona Miquelina:
- Esta carta prenuncia tragédia na vida de um amigo seu muito querido, que está senil e combalido, se ele aceitar fornicar com uma mulher muito fogosa e sirigaita, que está sôfrega para revirar os olhos reiteradas vezes ao provar o seu biscoito Piraquê... Se este seu amigo cair na asneira de deixá-la provar o seu biscoito Piraquê, ela ficará propensa a experimentá-los todos os dias , todavia isto não será possível porque o Biscoito Piraquê do seu amigo já está com prazo de validade vencido...
Depois que a cartomante disse isto, a minha amiga Dona Miquelina Pinto Pacca ficou exasperadíssima e saiu apressada do apartamento decadente, depois de pagar R$ 50,00 (cinquenta reais) pela consulta, porque como vocês sabem a Dona Miquelina ficou viúva quatro vezes antes de contrair matrimônio com o seu quinto marido, o Coronel Epaminondas Albuquerque Pinto Pacca, que é comandante de uma das companhias do Corpo de Bombeiros, localizada na capital paulista e, apesar de ser uma beata zelosa, antes do quinto casamento ficou apaixonada por mim, mas tirou o time de campo, porque soube que sou casado e muito bem casado!
Ao chegar à Cripta da Catedral da Sé, iniciou uma trezena solicitando a interecessão do poderoso Cacique Tibiriçá e da Nossa Senhora de Guadalupe para que esta mulher fogosa e sirigaita se afaste da minha vida e sossegue o facho.
Se a trezena que a Dona Miquelina iniciou for atendida ela prometeu dobrar a polpuda contribuição que ela faz para uma instituição de caridade Católica Apostólica Romana, que fica lá na Vila Brasilândia, que atende pequeninos desvalidos.
A copeira Hermegilda também ficou muito brava quando soube da existência desta mulher fogosa e sirigaita e colocou o seu eterno noivo, o bombeiro Godofredo à disposição para lançar com sua vigorosa e roliça mangueira possantes jatos de água para tentar apagar o fogo da sirigaita, bem como prometeu fazer e enviar para a sirigaita uma fornada das suas disputadíssimas e suculentas rosquinhas, mas no receio colocará muita pimenta malegueta...
A ligação foi interrompida de supetão...
LUZES! CÂMERAS! AÇÃO! 

5 comentários:

  1. ahahah... Como é que a Mercedes Rollo descobre todas essas coisas ? rsrsrs ...
    Esse amigo da D. Miquelina Pinto Pacca tem mesmo que acautelar o biscoito ! ... É que nós só temos um e não podemos andar por aí a dá-lo a provar aqui e ali ! eheheh
    É mesmo estar no mato sem cachorro ! rsrs
    Não queria estar na pele desse amigo ! :)))
    Talvez que a generosa copeira Hermenegilda possa resolver o problema com a ajuda do seu Bombeiro Godofredo e da sua mangueira ! :)))
    .

    ResponderExcluir
  2. Caro Amigo Rui Espírito Santo!
    Espero que o bombeiro Godofredo consiga apagar o fogo da sirigaita!
    Caloroso abraço! Saudações realistas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  3. Estimado Confrade e lustre Prof. João Paulo,
    Em primeiro lugar desejo felicita-lo pela nossa apresentacão de seu imperdivel blog, adorei.
    Em segndo lugar lhe dar os parabéns por ter ido assitir a essa bela comédia filmatografica.
    Mato sem Cachorro é um filme de comédia brasileiro de 2013, dirigido por Pedro Amorim baseado em um roteiro original de André Pereira, com colaboração de Pedro Amorim, Malu Miranda e Danilo Gentili. A idéia original da trama é de André Pereira e Vitor Leite. Teve a sua estreia em 4 de outubro de 2013.
    Deco (Bruno Gagliasso) é um homem solteiro com trinta anos de idade, Zoé (Leandra Leal) com vinte e oito trabalha em uma rádio. Na rua, Déco quase atropela um filhote de cachorro, daí o casal se conhece formando uma família.
    Por certo a Dona Miquelina quando lhe telefonou deveria estar pior do que o cachorro rsrsrs.
    Abracão amigo

    ResponderExcluir
  4. Caro Amigo António Cambeta!
    A minha amiga, a Dona Miquelina Pinto Pacca, ficou exasperadíssima depois do que a cartomante boliviana Mercedes Rollo contou o que leu nas cartas que não mentem jamais!
    Caloroso abraço! Saudações videntes!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  5. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo,
    A Mercedes Rollo, como boliviana que é, a sabe toda, e lá enrolou a Dona Miquelina, não nas deliciosas rosquinhas da Hermenegilda e lhe sacou uma pipa de massa rsrsrs.
    Deve ter sido boa ou péssima a leitura para deixar desesperada a Dona Miquelina, pensa cá o pardal que a Lambisgóia ao saber das ditas cartas ainda irá tirar algum proveito.
    Saudacões cartarianas.
    Abraco amigo

    ResponderExcluir

Google+ Badge