O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Xana Saraiva

Caros amigos sem véus e com véus.
Meu telefone portátil vibrou.
Preciso dizer quem era?
Claro que era a minha amiga, a Dona Miquelina Pinto Pacca. (huhummm)
Ela disse que no período vespertino, do dia em curso foi, na companhia da sua prestimosa copeira Hermenegilda, à cartomante mexicana, Dolores do Rego Cansanção, que atende numa quitinete localizado no 20º andar de um edifício decadente lá no bairro paulistano do Glicério.
Quando a do Rego deitou as cartas que, segundo ela, não mentem jamais, arregalou seus sedutores olhos verdes, que mais parecem dois faróis bettedavisianos, deu três gritinhos e disse:
Seu amigo, o aloprado Professor Tierneyano, apesar da visita de médico que fez ao reino distante além-mar, no mês passado, na companhia do seu dileto amigo Roberto Nunes Vieira, deixou encantados seus cicerones e teve tratamento VIP e uma grande surpresa na organizadíssima Escola Pública de Gondomar, onde lecionam suas sobrinhas Stela Trigo e Xana Saraiva e o professor tierneyano e seu amigo foram levados à escola pelo seu Padrinho Mor Rui Espírito Santo.
Quando a cartomante mexicana disse o nome da minha segunda sobrinha, a Xana, deu mais três gritinhos, ficou arrepiadíssima dos pés à cabeça e disse:

A Xana é uma alma próxima a atingir à luz, porque teve incontáveis vidas, incluindo aquelas do tempo que era uma mulher Neanterdal, que nas centenas de vidas que teve, quando era da espécie Neanterdal, sempre teve a sua disposição muitos machos que ela dominava e fazia deles gato e sapato. Era dela sempre o melhor pedaço de carne do tigre dente de sabre.
Como foram incontáveis vidas da Xana, a do Rego resolveu deitar outra carta que trouxe à baila duas vidas que ela teve no Brasil Imperial e no Brasil República, quando era a Luisa Margarida de Barros Portugal (1816-1891), mais conhecida como Condessa de Barral, que foi a grande paixão do Imperador Dom Pedro II (1825-1891).
A Condessa de Barral era uma próspera Senhora de Engenho no Recôncavo Baiano, cultíssima, falava e escrevia com fluência o idioma francês.
Na vida seguinte, a da Condessa de Barral, ela foi uma cafetina, a Vivaldina dos Prazeres do Rego (1895-1943), muito temida e respeitada no bairro carioca da Lapa , onde era dona do bordel “As Mariposas”, muito frequentado por políticos, magistrados, padres, policiais, maridos sedentos de sexo além da posição “papai, mamãe”, marinheiros e pederastas ou, como dizem no reino distante além-mar, paneleiros, que ali iam para fazer hora com as rameiras e pagar dobrado o suposto programa para que no seu meio social ninguém soubesse quais eram de fato suas predileções sexuais.
A Vivaldina tinha uma legião de admiradores que disputavam a tapa permanecer 1h30 na sua perfumada cama, que tinha lençóis confeccionados pelas irmãzinhas do Convento das Redentoras Humilhadas.
Infelizmente na fatídica terça feira gorda do carnaval de 1943 sua existência cessou, após longo sofrimento advindos da sífilis, tuberculose, cirrose, gonorreia crônica, câncer no pulmão, que contraiu por conta da periculosidade do mais antigo ofício do mundo que exercia.
Os despojos mortais desta vida passada da Xana Saraiva jazem numa fria lápide do Sepulcrário São João Batista.
A ligação foi interrompida de supetão.
Caloroso abraço. Saudações vividas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus e se ranços. 


PS - Divagações à parte, jamais esquecerei o empenho da Stela e da Xana, que tiveram o apoio da diretora, da bibliotecária e do Coordenador Pedagógico Pedro, da Escola Pública de Gondomar, para que a tertúlia sobre Variações Linguísticas fosse um fato.

3 comentários:

  1. O que se devem ter divertido nessa tertúlia!!! :))
    Aquele abraço, votos de bfds

    ResponderExcluir
  2. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Além de divertido foi enriquecedor conhecer meus parceiros de ofícios do reino distante além-mar, bem como interessados regidos.
    Caloroso abraço. Saudações pedagógicas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus e sem ranços.

    ResponderExcluir
  3. Caro Sr Oliveira.
    Bom dia.
    A dignidade da pessoa humana humana deve ser respeitada e preservada quando se citam pessoas ou individualidades.
    A publicação de fotos em certas poses mais intimistas é um abuso de confiança inqualificável.
    Se quiser exponha-se a si próprio nos registos que entender!
    Apelando até elegância e envolvência caricaturada da sua pose
    Faça o favor de retirar qualquer menção a pessoas suficientemente sérias nestes meandros que podem suscitar duvidas a quem não conhece as referidas pessoas! A devassa deveria ser punida!
    E o desrespeito também.
    O devaneio literário deve ser reservado a personagens fictícias ou caso haja citações ou links reais, se façam mediante prévia autorização pessoal para as referidas publicações!
    Mas viva na ilusão.
    A contribuição para o enriquecimento literário é importante mas desta forma parece-me demasiadamente pérfido!
    Jacinto Torres
    Portugal

    ResponderExcluir

Google+ Badge