O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Aprendendo a ler!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...




Caros(as) confrades!
Estou num estado de deleite inefável, porque minha amada neta, que já completou seis, está começando a aprender a ler!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!... Fico encantado em vê-la também radiante no processo inicial de leitura. Meu desejo intenso é que ela se torne uma leitora voraz e apaixonada pelos livros, a exemplo do personagem Bastian Baltasar Bux:

"A história sem fim
As paixões humanas são misteriosas e as das crianças não o são menos que as dos adultos. As pessoas que as experimentaram não as sabem explicar, e as que nunca viveram não as podem compreender. Há pessoas que arriscam a vida para atingir o cume de uma montanha.(...) ou sacrificam tudo por uma ideia fixa que nunca se pode realizar.(...) Em suma, as paixões são tão diferentes quanto as pessoas.
A paixão de Bastian Baltasar Bux eram os livros. Quem nunca passou tardes inteiras diante de um livro, com as orelhas ardendo e o cabelo caído sobre o rosto, esquecido de tudo o que o rodeia e sem dar conta de que está com fome ou com frio.(...)
Quem nunca se escondeu embaixo dos cobertores lendo um livro à luz de uma lanterna, depois de o pai ou a mãe ter apagado a luz, com o argumento bem-intencionado de que já é hora de dormir?(...)
Quem nunca chorou, às escondidas ou na frente de todo mundo, lágrimas amargas porque uma história maravilhosa chegou ao fim?(...)
Quem não conhece tudo isto por experiência própria provavelmente não poderá compreender o que Bastian fez em seguida.
Olhou fixamente o título do livro e sentiu, ao mesmo tempo, arrepios de frio e uma sensação de calor. Ali estava uma coisa com a qual tinha sonhado muitas vezes, que tinha desejado muitas vezes desde que dele se apoderara aquela paixão secreta: uma história que nunca acabasse! O livro dos livros!
Michel Ende, in A História Sem Fim"

Que a deusa da Justiça e da Sabedoria a tenha como pupila sempre!!!!!...
Max!!!!!!... Traga meus sais centuplicado!!!!!...





4 comentários:

  1. "O que se precisa para que uma criança fique ávida por aprender a ler não é o
    conhecimento sobre a utilidade prática da leitura, mas uma viva fé de que,
    sendo capaz de ler, se lhe abrirá um mundo de experiências maravilhosas,
    permitindo-lhe se livrar da sua ignorância, compreender o mundo e tornar-se
    senhora do seu próprio destino (BETTELHEIM; ZELAN, 1984, p.49)"
    A pequena Ana Carolina já está nesse caminho.
    Parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. Cara confrade e amiga Cristina Fonseca!
    Este é meu desejo intenso!
    Caloroso abraço! Saudações Saramagoianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  3. Prezadíssimo amigo!

    A melhor maneira de demonstrarmos nosso amor por nossos filhos, netos e sobrinhos é, certamente, utilizarmos nossas melhores competências para despertar-lhes o desejo pelo conhecimento, que se consagra, inicialmente, no gosto pela leitura, na curiosidade espantosa e benfazeja que revelam os pequeninos ao decifrarem as primeiras letras do alfabeto, juntando as sílabas, formando palavrinhas e organizando as frases! Isso é soberbo!

    Tenho notado e agora comprovo, emocionada, por meio de imagens, que o Senhor é um avô dedicado e amoroso com sua belíssima netinha que, desde tenra idade, conta com o seu extremo cuidado e carinho ao revelar-lhe os primeiros mistérios dos livros, nossos amigos inseparáveis. Existe melhor e maior patrimônio e herança? Por certo que não!!! Nosso legado não tem cifras nem números. É amor puro!

    Parabéns por sua extraordinária dedicação! Sua netinha será uma grande mulher!

    A propósito, lembro-me, agora, de uma bela frase do nosso querido escritor José Saramago, do livro Memorial do Convento: "O mundo de cada um é os olhos que tem". Quando a visão é larga, não há horizonte que nos detenha...para isso precisamos do conhecimento e dos instrumentos que ele nos concede para que possamos construir vida plena. É isso que o Senhor está fazendo por sua netinha - ajudando-a a voar para muito além do horizonte, lugar que o Senhor já conquistou, faz tempo, com a sua sede divina de saber e conhecimento, nunca saciada, sempre alimentada.

    Meus cumprimentos e desejo renovado de saúde, paz e harmonia para todos os seus!

    ResponderExcluir
  4. Caríssima amiga Nivia Andres!
    Muitíssimo obrigado pelo alentador e erudito comentário!!!!...
    Estou de pleno acordo que o maior bem que podemos legar para os nossos entes queridos é o amor pelo conhecimento!!!!...
    Caloroso abraço! Saudações especulas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir

Google+ Badge