Bem-vindos ao meu vagão do Expresso do Oriente!!!!!...

Bem-vindos ao meu vagão do Expresso do Oriente!!!!!...

Mais um mimo do Todesca!

Mais um mimo do Todesca!

O que nos espera na próxima estação?!...

O que nos espera na próxima estação?!...

Todos a bordo

Todos a bordo
O que nos espera na próxima estação?!...

A viagem continua

A viagem continua
Fico cá a divagar o que me espera na próxima estação?

Irmã Gyoconda Ferro Salgado

Irmã Gyoconda Ferro Salgado

Trem

Trem

O que nos espera na próxima estação?!...

O que nos espera na próxima estação?!...

Gene Tierney

Gene Tierney

Seguidores

Mimo do Pedro Coimbra!

Mimo do Pedro Coimbra!

Mimo do Todesca

Mimo do Todesca

Mimo da Monica Stary

Mimo da Monica Stary

Veronika

Veronika

Adeus

Adeus

Mimo da deusa Afrodite

Mimo da deusa Afrodite

Mimo da deusa Afrodite

Mimo da deusa Afrodite

sexta-feira, 25 de julho de 2014

O que me espera?

Caros confrades/passageiros!
Ao me deparar com esta missiva, que depois lembrei, com a ajuda da Alice, ter enviado ao prestigioso periódico "Diário do Grande ABC", que foi publicada na edição do dia em curso, fique muito constrangido, porque tudo indica que estou com sintomas do nefasto "Mal de Alzheimer", porque quando li a missiva publicada fiquei intrigado, tendo em vista que não lembrava de tê-la escrita e enviada.
O que me deixa mais constrangido ainda é que diariamente pergunto à minha esposa o que jantei na noite anterior...
Caloroso abraço! Saudações esquecidas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento, da sua memória e do bem viver

Como é dificílimo se deparar com esta dura realidade

Fonte: http://arqtodesca.blogspot.com.br/

"Padaria"

Caros confrades/passageiros!
Que "padaria"!
É muita areia para o meu caminhãozinho!
Caloroso abraço! Saudações avantajadas!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Reportagem de autoria duvidosa

Caros confrades/passageiros!
O meu estimado amigo luso, o ilustre jornalista e escritor, Henrique Antunes Ferreira, ou melhor dizendo o HenriquAmigo, enviou-a a reportagem abaixo com o seguinte comentário:
"Esta “DESCRIÇÃO” é de morte !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Descrição feita por uma empresa brasileira, a "Turismo & Negócios" especializada em viagens a funcionar na cidade de Maceió, há 12 anos e com distribuição em toda a América do Sul. O Título do artigo é "Lisboa em ascensão turística"
E nós a pensar que tínhamos conhecimentos da História de Portugal .."
Fiquei estupefato ao ler e reler a reportagem e suponho que seja uma anedota de muito mal gosto da lavra de algum maroto patrício do HenriquAmigo, porque aqui na terra que ainda tem palmeiras e sabiás (não sei até quando) escrevemos arquitetura, patrimônio e arquiteto não como aparece no texto, que é a forma usual no reino distante além-mar.
A copeira Hermenegilda pediu para o seu noivo, o bombeiro Godofredo, descobrir quem é este gaiato luso e, quando encontrá-lo, pegar sua possante, longuíssima e roliça mangueira e, após deixá-la em riste, dar-lhe um demorado jato d'água!
Caloroso abraço! Saudações marotas!
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Caixa Belas Artes

Caros confrades/passageiros!
No meu viés faço parte da memória paulistana, porque fui um dos felizardos cinéfilos/metropolitanos que tiveram a prerrogativa de ser um dos partícipes da reinauguração, no dia 16, do mês em curso, depois de uma intensa mobilização de cinéfilos, deste imperdível espaço cultural, dedicado a fascinante Arte das Imagens em Movimento!
Como no dia mencionado a fila virava o quarteirão, o mesmo ocorrendo no dia seguinte, quando também estive lá, ontem tive o deleite inefável de ser um dos espectadores da primeira sessão da sala 2, que assistiu a imperdível e inquietante película resnaisiana "MEDOS PRIVADOS EM LOCAIS PÚBLICOS"!
Fiquei sem chão, e com meus outonais olhos em água, ao me deparar com a procura incessante e angustiante dos protagonistas na busca constante por uma tampa para sua panela, que os tirariam da solidão.
Também fiquei sem chão quando não me identifiquei como Professor, para fazer jus a meia entrada e a bilheteira não solicitou minha Carteira de Identidade, ao pedir meia entrada (pessoas senis que estão a espera do bico do corvo fazem jus a meia entrada).
Buaaaaaaaaaaaaá...
Caloroso abraço! Saudações solitárias.
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver