O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Seguidores

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Aumento revogado

Caros confrades/memorialistas sem véus e com véus.
Mais uma vez o periódico Diário do Grande ABC, na edição do dia em curso, publica uma missiva de uma lavra no Painel do Leitor, que deixa patente minha insatisfação com os edis diademenses.
Caloroso abraço. Saudações insatisfeitas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Charges



Caros confrades/memorialistas sem véus e com véus.
Tenho certeza que meus estimados amigos amigos,Todesca, Gilberto Calixto Rios,Joao Alberto TessariniMarcos César da SilvaReinaldo EliasDiaulas UllyssesClaudio MilzClaudio ZeigerSergio Zeiger,Mario Do IpredFelipe Alexandre HerculanoMario HerculanoContos Mario NitscheEdson Osmar BernalMiguel ZioliRenato Alencar DottaPedro CoimbraRui Espírito SantoRui PascoalLuis CoelhoFrancisco Vidal de CastroJorge Magyar,Rodrigo HenriquesRoberto Nunes VieiraAntónio Manuel Fontes Cambeta,Antônio Coelho NascimentoClodomir SantosWilliam PuntschartSeverino Correia Dias,apreciarão estas charges.

A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, disse que minhas queridas amigas atiçarão no meu encalço os leões da Metro, porque agi nesta publicação como se fosse uma reunião do Clube do Bolinha.

Max, traga meus sais centuplicado.
Caloroso abraço. Saudações atentas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.


quarta-feira, 29 de julho de 2015

Sem véus

 

Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
 
"A ideia de que um dia fecharemos os olhos para retornar ao nada que existia antes de nascermos é insuportável para a maioria esmagadora da humanidade."

"A única saída para formamos gerações de mulheres e homens menos crédulos é ensinar ciência e os princípios básicos do pensamento científico já na escola primária"
Drauzio Varella

Tenho grande apreço pelo sapiente Dr. Drauzio Varella, que para meu refrigério também não usa véus.
Além de ser um renomado médico é um escritor supimpa, que nunca nos deixa indiferentes para o que sua brilhante verve nos brinda.
As irretocáveis citações acima transcritas estão contidas na imperdível crônica publicada no periódico Folha de S.Paulo, na edição do 25 do mês em curso, que a seguir publico.
Caloroso abraço. Saudações sem véus.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

terça-feira, 28 de julho de 2015

O escárnio continua




Caros amigos sem véus e com véus.
O escárnio continua...
Caloroso abraço. Saudações inconformadas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Cinemateca brasileira

                                                         Fonte: arqtodesca.blogspot.com

Caros amigos sem véus e com véus.
Preciso fazer como meu amigo e parceiro de ofício Sebastião Paz​, que é frequentador habitual da Cinemateca brasileira.
Minha amiga Loli Gagli​ mora nas imediações.
Caloroso abraço. Saudações cinéfilas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muito gozo e com muita imaginação.

domingo, 26 de julho de 2015

Bacanal


Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, fez mais um Natalício no dia 24.
A mexeriqueira mor tem um amiguinho, que prefere ficar no anonimato, que ela chama de bombonzinho de banana afrodisíaco que, segundo a sirigaita, tem aquilo de classe média, porque está muito longe de ser pequeno, mas também está muito longe de ser enorme e roliço.
Foi o bombonzinho de banana afrodisíaco que fotografou o bacanal e soltou a franga na orgia para comemorar o Natalício da lambisgoia da Agrado. Fez trenzinho, piuiiiií, papai mamãe, papai papai, mamãe mamãe, ménage à trois, felação, urrou de prazer com as chicotadas e escatologia, dormiu, acordou e soltou a franga até o Sol raiar.
Ela também disse que seu amiguinho ficou um tes...ourinho com o novo corte de cabelo e óculos enorme, que enfatizam sua inteligência e boa pinta. O bombonzinho sabe de cor e salteado todas as posições do livro sagrado do sexo sem frescura, o Kama Sutra. 
A viperina lamenta não ter fotografado o momento que ele fez autofelação.
Ela manda a todos beijinhos picantes e bacantes lá, isto mesmo, onde vocês pensaram.
Caloroso abraço. Saudações picantes e bacantes.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

 








sábado, 25 de julho de 2015

O escárnio continua


Caros amigos sem véus e com véus.
Apreciei sobremaneira o irretocável editorial publicado, na edição do dia em curso, no prestigioso periódico Diário de Grande ABC, que contesta - com veemência - com pertinentes argumentos, a declaração do Presidente da Câmara Municipal de Diadema, a Vossa Excelência José Dourado, que teve a audácia de dizer que o aumento de 49% que os edis diademenses promulgaram de maneira célere, numa sessão extraordinária, não é imoral.
A missiva que enviei e foi publicada, no dia 19, no mesmo periódico deixa patente meu inconformismo com esta inaceitável promulgação.
Esclareço que não tenho a mais remota intenção em pleitear uma cadeira de edil na Câmara, bem como não pertenço a nenhum grupo político que deseja visibilidade à custa da sangria do erário público.
Enquanto isto no mundo não dourado, os desvalidos funcionários públicos, ativos e inativos, da municipalidade diademense estão a experimentar o gosto amargo de fel, porque não terão o minguado reajuste parcelado de 1,39%, programado para ser concedido no mês de julho, sob a alegação que devido a crise econômica não houve aumento de arrecadação.
Mediante o exposto, somente me resta rogar:
Max,traga meus sais centuplicado.
Caloroso abraço. Saudações diademenses/inconformadas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Máquina rodante de 1929

 Fonte: arqtodesca.blogspot.com

Caros confrades/passageuris sem véus e com véus.
Minha estimada amiga e parceira de ofício Marilia Sirolli, já tinha cadeira de professora primária no conceituado Educandário Caetano de Campos, no ano de 1929.
Ela ficava encantada quando flanava no Jardim da Luz, com seu noivo, o professor de Português, Adamastor Pinto Telhado, que infelizmente deixou de existir na maldita carnificina de 1932 sem ter contraído sarna, digo, matrimônio com minha amiga, que ficou a ver navios não por muito tempo, porque depois se apaixonou pelo diretor do Educandário, o Afrânio Seco.
Caloroso abraço. Saudações sirollianas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.
                  
               LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!
https://www.youtube.com/watch?v=hioNqzBDtQQ

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Revista Raízes - edição 51

Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
Graças ao meu estimado filho, digo, amigo, o sapiente historiador e doutorando Renato Alencar Dotta, que me convidou, fui um dos felizardos partícipes no lançamento, ocorrido ontem, da edição nº 51, da imperdível Revista Raízes, que desde 1991 sai do prelo - semestralmente - graças a competente e articulada equipe da renomada Fundação Pró-Memória de São Caetano do Sul, que tem a prerrogativa de ter novamente como Gestora Mor, a conceituada Sonia Maria Franco Xavier, que abriu a solenidade do lançamento tecendo considerações alusivas aos artigos publicados na Edição nº 51, bem como os feitos da renomado Fundação Pró-Memória ao longo da sua profícua existência.
Fui recebido calorosamente e de braços abertos pela gentil Letícia que, para meu deleite, é pesquisadora contumaz de sepulcrários, que certamente inclui Arte Tumular, preciso fazer uma visita à FPM especialmente para trocar figurinhas tumulares com a minha nova amiga. Claro que também fui recebido calorosamente pela minha estimada amiga, a historiadora, Cristina Toledo de Carvalho que infelizmente não pude ir no lançamento recente do livro de sua lavra, publicado sob os auspícios da FPM, produto final da pioneira pesquisa que ela se debruçou na sua dissertação de Mestrado, que traz à baila a incisiva atuação da Sociedade Beneficente Brasil Unido no período pesquisado de 1950-1965 em prol dos desvalidos Migrantes, com o escopo de ampará-los. Já estou na página 21 e sôfrego para saber o inteiro teor da pesquisa, que com toda certeza será referência para os pesquisadores e memorialistas que têm ciência da importância dos migrantes para a pujança da região metropolitana de São Paulo e, neste caso, o papel preponderante que tiveram para a pujança do município de São Caetano do Sul. A sempre gentil Cristina autografou um exemplar que me deu de mimo. Após a fala da Gestora Mor, autoridades presentes, Prefeito, Secretário de Cultura e Vereador, também foram convidados pelo Mestre de Cerimônia para discorrerem sobre a importância da FPM à memória local e regional. Apreciei ouvir os discursos, que foram breves, porém esclarecedores. Também apreciei o discurso do competente Prefeito Paulo Pinheiro, que informou os pertinentes feitos da sua gestão em prol da melhoria da qualidade de vida da população, mas somente faço uma ressalva em relação ao bairrismo exacerbado do Alcaide, bem como a afirmação que a cidade não tem analfabetismo, porque apesar da baixíssima taxa de analfabetismo de 0,9% e o merecido Prêmio de Município Livre do Analfabetismo, no meu viés não é de bom alvitre afirmar que o analfabetismo foi erradicado totalmente do município. Apesar da minha ressalva, a cidade de São Caetano do Sul está de parabéns em receber este almejado Prêmio, bem como oferecer um ensino público de qualidade, que é referência para as demais cidades, não somente da região do Grande ABC.
Somente lamentei não rever meu estimado amigo, o criativo e sempre atuante artista, João Joao Alberto Tessarini, que não pode comparecer ao evento por motivos alheios a sua vontade.
Fiquei jubiloso em conhecer em carne e osso o atuante confrade/memorialista Everton Calício.
Caloroso abraço. Saudações memorialistas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Chevrolet 1948

Fonte:arqtodesca.blogspot.com

Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
Quem se habilita a passear comigo nesta máquina rodante da marca Chevrolet de 1948 e qual seria o nosso destino?
Caloroso abraço. Saudações chevroletianas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Escárnio

Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
O que nos espera?
Caloroso abraço. Saudações diademenses.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

TV Tupi

Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
No meu tempo de petiz a TV Tupi era transmitida no Canal 3 e no início da década de 60, quando também ainda era petiz, passou a ser transmitida no Canal 4.
Que saudades desta vinheta, que deixou marcas indeléveis na minha insulsa existência:
https://www.youtube.com/watch?v=dWaR45o0vR4
Naquele tempo, quando ainda amarrávamos cachorro com linguiça, as televisões eram enormes, ficavam num móvel de madeira e tinham válvulas bem grandes, que demoravam para esquentar e depois de algum tempo ligadas emitiam um odor peculiar, que nunca mais senti similar. As transmissões eram ao vivo e, a princípio, somente algumas horas no período noturno.
Não esqueço de uma apresentação musical com a saudosa cantora Wilma Bentivegna (1929-2015), que deixou de existir no dia 2 do mês em curso, quando ela cantava sentada num barquinho de madeira suspenso numa balança. Canção vai, canção vem e não é que o barquinho soltou do suporte da balança? A saudosa cantora não perdeu a fleuma e continuou a cantar até o final, agora com o barquinho de madeira no chão.
Na rua Javaés nº 182, que me viu chegar â luz, na Vila Assunção, que fica na minha cidade de nascença, Santo André-SP foi uma das primeiras da rua a ter televisão e naquela época era o maior prestígio ter antena de televisão no telhado. Por este motivo nos primórdios da televisão tínhamos os televizinhos. Era um grande acontecimento. Lembro que uma vez adormeci no colo de uma vizinha, a saudosa Dona Dirce, que está sepultada no cemitério da Saudades, na Vila Assunção. Sabem o que aconteceu, quando acordei, querem saber mesmo? Antes 59 segundinhos para o reclame:
https://www.youtube.com/watch?v=Wx1uhGNGgas
Fiz xixi e molhei o vestido da Dona Dirce...
Lembro que minha saudosa mãe não deixava seus bebezinhos assistirem TV de Vanguarda, o seriado Roy Rogers, Mosaico na TV, que eu assistia sorrateiramente, mas podíamos assistir livremente Almoço com as Estrelas, Pim Pam Pum, Cirquinho do Arrelia, Capitão Sete, Teatro da Juventude, Sítio do Pica-pau Amarelo, Histórias Maravilhosas Bendix e tantos outros..
Agora somente restam as reminiscências,
Max, traga meus sais centuplicado.
Caloroso abraço. Saudações televisivas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

domingo, 19 de julho de 2015

Ninfomaníaca


Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
Estou estupefato, porque até na hora de colocar as roupas no varal a Lambisgoia Da Agrado, daquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, pensa naquilo que fazia a saudosa personagem Dona Bela desmaiar e revirar os olhos.
Como diz meu estimado amigo e parceiro de ofício Nelson Pedro, a viperina só pensa naquilo e, se possível, pratica aquilo o tempo todo.
Max, traga meus sais centuplicado.
Caloroso abraço. Saudações ninfomaníacas.

Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

sábado, 18 de julho de 2015

Em algum lugar deste mundo



Caros amigos sem véus e com véus.
Ao ver esta encantadora fotografia na página do meu estimado amigo Edson Osmar Bernal tomei a liberdade de compartilhar.

Certamente meu também estimado amigo, o tarimbado e renomado arquiteto Todesca publicaria na sessão "Em algum deste mundo" num dos seus imperdíveis blogs:

A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, disse que adoraria passar uma temporada neste aprazível e encantador local na companhia do garboso e vigoroso ator portenho Ricardo Darin.

Por Dionísio esta viperina só pensa naquilo, que fazia a saudosa personagem Dona Bela desmaiar e revirar os olhos.

Caloroso abraço. Saudações maravilhadas.

Até breve...

João Paulo de Oliveira 

Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muito gozo e com muita imaginação.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Minha amada imortal

Fonte: arqtodesca.blogspot.com

Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
É sempre gratificante receber mimos deste naipe do Todesca.
Caloroso abraço. Saudações todeschinianas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Angústia

"Angústia é descobrir que somos pedaços de carne largados num planeta perdido e menor, e que tudo não faz sentido algum".
Contardo Calligaris

Max, traga meus sais centuplicado.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Mais um mimo do Todesca

Fonte: arqtodesca.blogspot.com

Caros confrades/passageiros.
O que seria  da minha insulsa existência sem as fantasias?
Max, traga meus sais centuplicado.
Caloroso abraço. Saudações tierneyanas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

terça-feira, 14 de julho de 2015

João Batista de Oliveira


Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
Senta que lá vem história, como diz minha querida amiga Juju Ferreira.
Ontem, no período vespertino, tive a grata satisfação de rever meu amado tio paterno, João Batista de Oliveira, que reside no bairro são-bernardense de Jordanópolis.
Ele é 9° bebezinho e caçula da Dona Maria Pires de Araújo (1896-1982) e João Paulo de Oliveira (1885-1947). No mês de maio o tio João completou 82 anos.
Ele teve três adoráveis filhas, a Ana Lucia O Vieira, a Claudia Nobre e a saudosa Bernadete, que carinhosamente chamávamos de Betinha. Minha saudosa prima irmã deixou de existir de supetão juntamente com o marido, quando eram recém casados, vítimas de um acidente de trânsito. O tio João também tinha uma adorável esposa, a tia Iraídes, que carinhosamente chamávamos de tia Nega, que deixou de existir, após longo sofrimento, devido "aquela doença ", que no meu tempo de petiz ninguém ousava pronunciar o nome.
Tive nove tios paternos e três maternos e o meu amado tio é o único que está entre nós, para nosso grande gozo.
Como sempre ele me recebeu de maneira afetuosa e de braços abertos.
Para meu grande júbilo ele sempre diz que me considera um filho.
Eu também amo minhas primas irmãs, que considero mais irmãs do que primas.
Espero continuar a pedir respeitosamente a bênção por muitos anos ao tio João.
Agora cá entre nós, que ninguém nos escute, o meu tio sempre foi um beato zeloso e não se conforma de ter um sobrinho filho que tornou-se incrédulo.
Valha-me Padroeira dos Incrédulos.
Tio João, sempre te amei, amo e amarei.
Seu sobrinho filho sapeca e levado da breca.
Caloroso abraço. Saudações afetuosas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Constantina Vivaldina dos Prazeres Bicudo

Fonte: arqtodesca.blogspot.com

Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
Apresento a Constantina Vivaldina dos Prazeres Bicudo. 
Ela é assecla da "Ordem das Filhas de Maria sem Sutiã" e devota fervorosa da Santa Madre Maria Madalena.
Caloroso abraço. Saudações exibidas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muito gozo e com muita imaginação.

domingo, 12 de julho de 2015

Fillipa Anésia do Rego Malhado

Fonte: arqtodesca.blogspot.com

Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
Apresento Fillipa Anésia do Rego Malhado, que é irmãzinha do Convento das Redentoras Humilhadas e assecla da Ordem das Filhas de Maria sem Calcinhas.
Ela atende na cela nº 24 com hora marcada. Ela aceita todos os cartões de crédito, bem como reais, euros e dólares. Convém enfatizar que ela faz o diabo para deixar saciados e largados seus clientes, que tornam-se fieis e urram de prazer com a aquilo que ela oferece e é especialista e fez questão de ser retratada com a boca na botija.
Max, traga meus sais centuplicado.
Caloroso abraço. Saudações redentoras.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

sábado, 11 de julho de 2015

Foto de 1920


Caros confrades/passageros sem véus e com véus.
Apresento as saudosas avós das minhas queridas amigas "batateiras",Elexina Medeiros D'Angelo, Divanir Bellinghausen, Evani Belletato Moraes,Hilda Breda e Flora, que foram eternizadas na fotografia - da direita para a esquerda - numa viagem que fizeram à Itália na década de 20 do século passado.
Caloroso abraço. Saudações "batateiras".
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Mito das Cavernas

Fonte: arqtodesca.blogspot.com

Caros amigos sem véus e com véus.
A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, disse que teria incontáveis gozos se saísse da caverna grega e de pronto encontrasse esta amiguinha.
Max, traga meus sais centuplicado.
Caloroso abraço. Saudações platônicas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muita gozo.

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Dilma e Graça

Caros confrades/passageiros sem véus e com véus.
Apresento a Dilma e a Graça, que são tias bisavós da lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê.
Elas tinham uma união estável na década de 20 do século passado e ralavam coco sem se lixarem com os cães que ladravam, com ferocidade, quando a caravana que elas estavam passavam, bem como diziam: 
- Vão nos encarar?
 A mexeriqueira mor também disse que sempre  amou, ama e amará.e tem muito orgulho das suas destemidas titias. 
Caloroso abraço. Saudações reveladas.
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo.

Google+ Badge