O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Seguidores

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Película: "Zorba o grego!!!!



Caros(as) confrades!
A imperdível película "Zorba, O Grego", produzida em 1964 é propícia para esta época de passagem de ano!!!!...

Duas coreografias imperdíveis!!!!!




Compositor russo - Piotr Llitch Tchaikovsky (1840-1893)






Caros(as) confrades!
No meu viés a melhor maneira de terminar um período de tempo ou melhor dizendo um ano é se deleitar com a belíssima sinfonia "Abertura 1812" do notável compositor russo Piotr Llitich Tchaikosvsky (1840-1893)!!!!...
Agradeço sobremaneira a atenção dos meus confrades, que são passageiros assíduos deste vagão do Expresso do Oriente e me honram com suas ilustres presenças!!!!...
Desejo a todos meus adoráveis e argutos passageiros um novo período de tempo auspicioso e com muito vigor para enfrentar as atribuições e atribulações do cotidiano!!!!...
Max!!!!... Traga meus sais centuplicado!!!!...

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

EPÍSTOLAS PAULIANAS - CONVERSANDO COM MEU AVÔ MATERNO, JÚLIO XAVIER PINHEIRO


EPÍSTOLAS PAULIANAS

CONVERSANDO COM MEU AVÔ
MATERNO, JÚLIO XAVIER PINHEIRO


Diadema, minha amada cidade, 29 de dezembro de 2010.

Estimado avô Júlio!

Por Dionísio, como o tempo urge, nem parece que o Senhor embarcou na viagem sem volta para o Olimpo, no fatídico dia 26 de maio de 1966...
Espero que esta missiva cibernética o encontre vigoroso e cuidando dos equídeos, que tanto amava, nas pradarias olimpianas!!!!...
O Senhor nem imagina quantas transformações vertiginosas ocorreram, após a sua partida, neste maltratado e fascinante mundo em que ainda habito!!!! Por conta do avanço da medicina, se o Senhor estivesse entre nós, nos dias em curso, o mal que o afligia, a surdez, seria atenuado, porque existem aparelhos auditivos, que não o deixariam exasperado para entender o que dizíamos... Lembra como era difícil a nossa comunicação, por exemplo, para que entendesse que estava chovendo, precisávamos fazer mímicas!!!...
Que saudades quando o Senhor dizia pincinê, ao invés de óculos, máquina, ao invés de automóvel, bulir, ao invés de mexer, folia ou fuzarca, ao invés de brincadeira!!!... Lembra o seu júbilo com as Festas Juninas, que organizava com entusiasmo?!... Sabe, amado avô Júlio, acho estranho na nossa família não usarmos o diminutivo afetivo, porque nunca o tratei como vovô, mas sempre como avô, como ocorria e ocorre com os meus demais entes queridos...
Mais um ano está para terminar... Fico muito melancólico e saudoso, do meu tempo de infante, que nunca, jamais, em tempo algum, voltará, quando tinha a prerrogativa de me deleitar com seu amor (a avô Belmira Pedroso -1900-1985, sua esposa, era tão fleumática, e seu netinho dileto era meu primo Edson Dias Valente -1957-1982)... Lembra que, no início do ano novo, o Senhor nos dava de mimo (para este agora reles escrevinhador outonal e a linguaruda da Valquíria, minha irmã caçula) uma nota de dois cruzeiros? Quando o Senhor dizia: - “Divida esta nota com sua irmã”, pensava que era para cortá-la e dar a outra metade para a Valquíria[sic]!!!!
Por conta da sua decisão de não retornar mais ao bairro paulistano de Santana, onde nasceu, após a carnificina de 1924 (lembra que o Senhor fugiu apavorado com a avó Belmira Pedroso Pinheiro e sua então primogênita, Matilde Pedroso Pinheiro -1923-2008, minha adorada e saudosa mãe, que tinha um ano, para o sítio do seu sogro, Antônio Manoel Pedroso(1865-1927), em São Bernardo?!...), conhecida como Revolução de 1924, que ceifou muitas vidas dos seus contemporâneos, ainda continuo residindo na Freguesia de São Bernardo, que na contemporaneidade é composta de sete municípios, com um pouco mais de 2.500.000 habitantes, na antiga Vila Conceição, que agora é um pujante município chamado Diadema!!!!...
Estou muito apreensivo com o ano novo, porque não sabemos de fato o que nos espera, tendo em vista que a nova presidente eleita é uma neófita em cargos eletivos e nos deixa apreensivos com os rumos que teremos na sua gestão...
Enquanto isto, aguardo a minha partida para ir ao seu encontro no Olimpo, num dia incerto e não sabido...
Sua bênção, avô Júlio! Sempre o amei, amo e amarei!!!!!...
Afetuosíssimo e calorosíssimo abraço!
Do seu neto, que nunca, jamais, em tempo, algum, o esquecerá!!!!!!!
Até breve...

João Paulo de Oliveira




Família de Matilde Pedroso Pinheiro, que depois do matrimônio passou a chamar-se Matilde Pinheiro de Oliveira, mãe de João Paulo
Esta fotografia captou e eternizou um momento de uma das reiteradas visitas que a família da minha adorada e saudosa mãe fazia a cidade paulista de Pirapora do Bom Jesus, provavelmente em 1935 ou 1936. Minha mãe dizia que o avô materno dela, o Sr. Antônio Manoel Pedroso, já mantia esta tradição religiosa desde o final do século XIX

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

HOMENAGEM PELA PASSAGEM DO NATALÍCIO DO VALOROSO ENGENHEIRO E POLÍTICO VULMAR LEITE!!!!!!...



EPÍSTOLAS PAULIANAS

CONVERSANDO COM O ENGENHEIRO E POLÍTICO VULMAR LEITE

Diadema, minha amada cidade, 29 de dezembro de 2010.

Tomo a liberdade de escrever-lhe esta missiva para homenageá-lo pela passagem do seu natalício! Infelizmente ainda não tive a prerrogativa de conhecê-lo em carne e osso, mas tenho a impressão que o conheço desde o tempo que fugíamos aterrados dos predadores nas savanas do Continente Africano ou muitos milhares de anos depois, quando corríamos risco de vida ao acobertar os desvalidos primeiros cristãos, que tinham como destino as entranhas dos leões (acho melhor não externar o tempo que ficávamos na espreita aguardando o glorioso momento que a Cleópatra ia se refrescar no rio Nilo...) ou então depois de algumas centenas de anos, quando fazíamos de tudo para também acobertar os judeus, que eram acusados de envenenar os poços no pavoroso e aniquilante período da peste negra, que dizimou 2/3 da população européia, na Idade Média.
Perdoe-me pelo atrevimento de fazer folguedos com um cidadão tão ilustre, como o Senhor, mas o tenho em alta estima e consideração, tendo em vista sua vida pública pautada na lisura e transparência e sua brilhante passagem como gestor mor da Educação Profissional, no Governo Ieda Crusius, que é um exemplo de política pública educacional, que realmente ampliou o atendimento, com o escopo de oferecer um ensino de qualidade, em prol da qualificação profissional, daqueles que necessitam desta habilitação para tornarem-se hábeis no mercado de trabalho, bem como exercerem sua cidadania plena!!! Tenho certeza que sua gestão será encerrada com primor e a consciência que cumpriu com zelo e presteza a nobilíssima tarefa que a valorosa governadora Yeda Crusius lhe delegou, não medindo esforços na articulação e parcerias e no gerenciamento dos recursos destinados a este importantíssimo segmento de ensino, que sofre com as limitações de dotações orçamentárias e a árdua incumbência de comprovar como o dinheiro público gerido foi empregado. Oxalá a nova gestão do seu pujante Estado Meridional continue atendendo as necessidades da Educação Profissional e também é claro em todos os outros segmentos educacionais e demais Secretarias...
Para meu grande deleite sou leitor assíduo do seu imperdível espaço cibernético http://blogdovulmarleite.blogspot.com/, que nos dá a prerrogativa de refletir sobre fatos cruciantes, que nos afligem na contemporaneidade, sob seu viés arguto e erudito, além das belíssimas obras de arte que também nos brinda!!!!!...
Ainda continuo fascinado com esta fantástica tecnologia, que mudou radicalmente nosso modo de vida, possibilitando aprendizagens e sinapses, além de interações sociais - inimagináveis - antes do seu advento!!!!...
Sua trajetória política denota o seu compromisso na árdua luta em defesa dos desvalidos, bem como a incansável tarefa de cobrar para que preceitos Constitucionais tornem-se um fato!!!!... São políticos da sua estirpe, que nos dão esperanças de dias melhores!!!!!... Nem preciso dizer que o Senhor honra a memória dos nobilíssimos e saudosos estadistas, Franco Montoro e Mário Covas, que deixaram marcas indeléveis e exemplares na política da nossa amada Pátria, que ainda tem palmeiras e sabiás!!!!...

Feliz natalício!!!! Que incontáveis anos vindouros sempre o encontre vigoroso e um eterno principiante, ou melhor dizendo aquele que tem o desejo intenso de aprender a aprender cada vez mais!!!!...
Que a deusa da Justiça e da Sabedoria o tenha como pupilo sempre!!!!
Respeitoso abraço deste paulista/andreense/guarujaense/diademense, que é seu admirador!!!!...
João Paulo de Oliveira


PS – Meu telefone portátil vibrou!!!!... Preciso dizer quem era?!... Claro que era a minha amiga, a Dona Miquelina (huhum)!!!!... Ela estava afoita, porque tem uma sobrinha, a Alfonsina, que trabalha na Secretaria de Educação do seu pujante Estado Meridional, e é sua grande admiradora, que lhe disse sobre o seu natalício e também lhe contou o ano que o Senhor chegou à luz!!!... Como não sou mexeriqueiro, com a minha amiga, apenas darei algumas pistas sobre este glorioso ano:

Foi o ano que:

- minha deusa das deusas de todas as deusas, a inigualável Gene Tierney, brilhava na fascinante Arte das Imagens em Movimento na película "Whirpool", que no nosso idioma chama-se "A ladra"!!!...

- também brilhava no palco do Teatro Brasileiro de Comédia, na minha já pujante capital, a inesquecível atriz Cacilda Becker na peça "Arsênico e Alfazema"!!!!!...

- comemorou-se o primeiro aniversário do Estado de Israel e o quarto ano da criação da Organização das Nações Unidas – ONU!!!!...

- começou os preparativos para as filmagens da inesquecível película “A Malvada”, que a notável atriz Bette Davis brilhou,no ano seguinte, deixando-nos encantados com sua impecável interpretação!!!!!...

- nosso Timoneiro Mor era Eurico Gaspar Dutra!!!!...

A Dona Miquelina é sua fã de carteirinha e nunca o esquece nas suas orações, quando vai à Cripta da Catedral da Sé, todas às quartas-feiras, desfiar o Santo Rosário, solicitando a intercessão do poderoso Cacique Tibiriça e da Nossa Senhora de Guadalupe, ela roga com todo fervor que nenhum mal o atinja e que pessoas peçonhentas fiquem a muitas léguas de distância do local em que o Senhor estiver, bem como roga também, com ardor, para que o Senhor continue contribuindo sobremaneira para tornar seu importantíssimo Estado Meridional referência na República Federativa do Brasil!!!!! Ela lamenta que sua residência seja distante em relação ao local em que ela mora, porque senão teria grande satisfação de oferecer-lhe as disputadíssimas e saborosíssimas rosquinhas, que a copeira Hermenegilda faz, deixando seu noivo, o bombeiro Godofredo, sempre com água na boca!!!!... Ela também pede para dizer-lhe que o seu marido, o Coronel Epaminondas Albuquerque Pinto Pacca, o admira e sempre diz que o Senhor é um político probo e exemplar!!!!... Ché, desta vez a ligação não foi interrompida de supetão..."

Créditos: A fotomontagem foi de autoria da sempre principiante e criativa artista Cristina Fonseca.

Saudades...



Caros(as) confrades!
O que seria da nossa existência sem as reminiscências?!...
Vamos nos deleitar com mais uma impecável apresentação da grandiosa e inesquecível cantora lírica Maria Callas?!...
Max!!!!... Traga meus sais centuplicado!!!!...

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Película - "Sunset Boulevard" ou ""Crepúsculo dos deuses"!!!!!!...






Caros(as) confrades!
Quereria ser um "cavalinho de circo" para saber o que está acontecendo naquela festa, no pavimento superior, onde fica o suntuoso salão da mansão da Norma Desmond!!!!... Max!!!!... Vá até lá para averiguar o que as meninas estão fazendo, porque o Expresso do Oriente não ficará muito tempo parado nesta estação de 1950!!!!!...
Enquanto o Max não volta para saber o motivo da demora da lambisgoia da Agrado e da Hanna trago à baila a imperdível e inquietante película "Sunset Boulevard", que no nosso idioma chama-se "Crepúsculo dos deuses", que o inequecível cineasta Billy Wilder nos brindou no ano de 1950!!!!... É impossível não se emocionar com a cena final da película, que coloco neste vagão do Expresso do Oriente e todas as vezes que a revejo tenho outros viéses!!!!... A grandiosa atriz Gloria Swanson está impecável personificando a Norma Desmond!!!!...
Agora meu viés:
Conheci o meu diletíssimo amigo e fiel mordomo, o Max von Mayerling, neste filme e ai começou nossa bela e interminável amizade!!!!... Ele aparece na primeira e terceira fotografias de luvas!!!!...
Depois que a Norma Desmond foi internada numa clínica sob os cuidados dos asseclas de Sigmund Freud, o Max veio trabalhar comigo e não sei o que seria da minha insulsa existência sem o Max e os preciosíssimos sais centuplicado que ele me traz!!!!!...
Max!!!!!!!... Traga meus sais centuplicado!!!!!;;;

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

A maioral das maiorais, a cantora lírica Maria Callas (1923-1977)









Caros(as) confrades!
Quem me dera ter sido um dos felizardos espectadores, que tiveram a prerrogativa de se encantar, emocionar, chorar e ficar em estado de comoção e deleite inefável ao ver a grandiosa, notável, divina e inigualável cantora, Maria Callas, no palco de um dos incontáveis teatros deste maltratado e fascinante que habitamos, que ficaram mais requintados após as inesquecíveis apresentações da inesquecível Maria Callas!!!!!...
Max!!!!... Antes de trazer os meus sais centuplicado, veja onde estão meus lenços de linho, confeccionados pelas irmãzinhas do Convento das Redentoras Humilhadas!!!!!...

domingo, 26 de dezembro de 2010

Nota de falecimento: Dr. Newton da Costa Brandão (06/01/1927-25/12/2010)



Foi com muita tristeza que soube do falecimento do Dr. Newton da Costa Brandão, mais conhecido como Dr. Brandão, através do prestigioso periódico Diário do Grande ABC, na edição de hoje. O enterro está previsto para ocorrer na hora, que o sino da Igreja Matriz de Santo André tocar as 10 badaladas... O sepultamento será no sepulcrário Santo André, localizado na Vila Humaitá. O já saudoso e querido Dr. Brandão foi Prefeito da minha amada cidade de nascença em três gestões (1969-1973), (1983-1988) e (1992-1996) e Deputado Estadual em duas legislaturas. Este notável homem público deixou marcas indeléveis na cidade de Santo André-SP e uma legião de andreenses, que são seus admiradores e o tinham em alta estima e consideração!!!! Meu adorado e saudoso pai era seu eleitor de carteirinha e sempre falava dele com muito entusiasmo e admiração!!!!!... Infelizmente não votei nele para Timoneiro Mor, do Poder Executivo, no âmbito Municipal, porque na primeira gestão ainda não tinha título de eleitor e nas eleições seguintes meu domicílio eleitoral era a cidade de Guarujá-SP, onde morei de 1977 a 2002. Claro que votei nele para Deputado Estadual!!!! Um dia estava flanando pela Rua Senador Flaquer, que fica no centro de Santo André, e tive a grata satisfação de ser cumprimentado, com muito carisma, pelo Dr. Brandão!!!!... Foi na primeira gestão dele, que a Avenida Perimetral, mudou radicalmente a paisagem urbana andreense, possibilitando deslocamentos por uma via expressa, que na contemporaneidade, por conta do tráfego intenso, está saturada.
Estou com a sensação que perdi um ente querido, apesar de tê-lo visto em carne e osso somente naquele inesquecível dia na Rua Senador Flaquer...
Adeus, Dr. Newton da Costa Brandão, minha amada cidade de nascença está de luto.
Compungidamente
João Paulo de Oliveira
Um andreense, que sempre será seu eterno admirador...

Fonte: Os dados biográficos e as três fotografias, que aparecem numa sequência, teve como fonte o periódico Diário do Grande ABC.
A quarta fotografia encontrei no site:
http://hubbleproducoes.wordpress.com/2009/11/

sábado, 25 de dezembro de 2010

Estimados amigos: Clodomir Santos!!!!!


Caros(as) confrades!
Acabei de retornar do sepulcrário da Vila Euclides, localizado no município de São Bernardo do Campo-SP, onde fui visitar os jazigos de saudosos e amados entes queridos!
Como sempre fui calorosamente recebido pelo valoroso e prestimoso administrador do cemitério, o Sr. Clodomir Santos, além de ter a satisfação de receber do meu estimado amigo Clodomir a belíssima e esperançosa mensagem de dias melhores e um viver harmonioso, que gentilmente ele mandou imprimir, que também disponibilizo neste vagão do Expresso do Oriente!!!!... Conversa vai conversa vem, descobri que ele é membro da Igreja Presbiteriana!... Espero que o meu querido amigo não fique escandalizado ao descobrir que sou incrédulo!!!!...
Também tive a grata satisfação de rever primos distantes, para ser mais preciso de 3º grau, a Vera e o Antônio, que foram visitar o jazigo da sua mãe Natalina, que se estivesse entre nós comemoraria mais um natalício... Ninguém conhecia a prima irmã do meu adorado e saudoso pai como Natalina, mas sim como Nena!!! Ela deixou de existir no ano de 2006...
Acho que Mnemosine vai colocar no meu encalço os leões da Metro, porque não registrei estes preciosos e inesquecíveis momentos na máquina fotografia digital, apesar de tê-la levado!!!!...
Max!!!!!!!!!... Traga meus sais centuplicado!!!!...

A pequena vendedora de fósforos - Hans Christian Andersen (1805-1875)





Caros(as) confrades!
Sempre fico exasperadíssimo quando releio este inquietante conto do notável escritor dinamarquês Hans Christian Andersen (1805-1875) e lágrimas deslizam pela minha face sem viço, porque não consigo conter a emoção ao me deparar com a nefasta exclusão social, que aniquila incontáveis vidas ou as condena a viver de maneira indigna, em áreas de risco ou insalubres, com infraestrutura urbana precaríssima, onde seus direitos Constitucionais não são garantidos.
Hoje é um dia em que os sintomas da "cegueira branca" ficam mais intensos, porque nos reunimos com entes queridos e amigos, com mesa farta, bem como repletos de mimos, onde as máscaras da harmonia, amor e união são a tônica, enquanto isto as carnificinas advindas das guerras, que assolam este maltratado e fascinante mundo que vivemos continuam a todo o vapor e incontáveis infantes desvalidos não têm certeza que alimentar-se-ão a contento no dia em curso...
Max!!!!... Peço-lhe encarecidamente que traga meus sais centuplicado, porque o show deve continuar!!!!!...

A seguir transcrevo o inquietante conto do escritor Hans Christian Andersen e ao final cito a fonte de onde o copiei:
Fazia um frio terrível; caía a neve e estava quase escuro; a noite descia: a última noite do ano.
Em meio ao frio e à escuridão uma pobre menininha, de pés no chão e cabeça descoberta, caminhava pelas ruas.
Quando saiu de casa trazia chinelos; mas de nada adiantavam, eram chinelos tão grandes para seus pequenos pézinhos, eram os antigos chinelos de sua mãe.
A menininha os perdera quando escorregara na estrada, onde duas carruagens passaram terrivelmente depressa, sacolejando.
Um dos chinelos não mais foi encontrado, e um menino se apoderara do outro e fugira correndo.
Depois disso a menininha caminhou de pés nus - já vermelhos e roxos de frio.
Dentro de um velho avental carregava alguns fósforos, e um feixinho deles na mão.
Ninguém lhe comprara nenhum naquele dia, e ela não ganhara sequer um níquel.
Tremendo de frio e fome, lá ia quase de rastos a pobre menina, verdadeira imagem da miséria!
Os flocos de neve lhe cobriam os longos cabelos, que lhe caíam sobre o pescoço em lindos cachos; mas agora ela não pensava nisso.
Luzes brilhavam em todas as janelas, e enchia o ar um delicioso cheiro de ganso assado, pois era véspera de Ano-Novo.
Sim: nisso ela pensava!
Numa esquina formada por duas casas, uma das quais avançava mais que a outra, a menininha ficou sentada; levantara os pés, mas sentia um frio ainda maior.
Não ousava voltar para casa sem vender sequer um fósforo e, portanto sem levar um único tostão.
O pai naturalmente a espancaria e, além disso, em casa fazia frio, pois nada tinham como abrigo, exceto um telhado onde o vento assobiava através das frinchas maiores, tapadas com palha e trapos.
Suas mãozinhas estavam duras de frio.
Ah! bem que um fósforo lhe faria bem, se ela pudesse tirar só um do embrulho, riscá-lo na parede e aquecer as mãos à sua luz!
Tirou um: trec! O fósforo lançou faíscas, acendeu-se.
Era uma cálida chama luminosa; parecia uma vela pequenina quando ela o abrigou na mão em concha...
Que luz maravilhosa!
Com aquela chama acesa a menininha imaginava que estava sentada diante de um grande fogão polido, com lustrosa base de cobre, assim como a coifa.
Como o fogo ardia! Como era confortável!
Mas a pequenina chama se apagou, o fogão desapareceu, e ficaram-lhe na mão apenas os restos do fósforo queimado.
Riscou um segundo fósforo.
Ele ardeu, e quando a sua luz caiu em cheio na parede ela se tornou transparente como um véu de gaze, e a menininha pôde enxergar a sala do outro lado. Na mesa se estendia uma toalha branca como a neve e sobre ela havia um brilhante serviço de jantar. O ganso assado fumegava maravilhosamente, recheado de maçãs e ameixas pretas. Ainda mais maravilhoso era ver o ganso saltar da travessa e sair bamboleando em sua direção, com a faca e o garfo espetados no peito!
Então o fósforo se apagou, deixando à sua frente apenas a parede áspera, úmida e fria.
Acendeu outro fósforo, e se viu sentada debaixo de uma linda árvore de Natal. Era maior e mais enfeitada do que a árvore que tinha visto pela porta de vidro do rico negociante. Milhares de velas ardiam nos verdes ramos, e cartões coloridos, iguais aos que se vêem nas papelarias, estavam voltados para ela. A menininha espichou a mão para os cartões, mas nisso o fósforo apagou-se. As luzes do Natal subiam mais altas. Ela as via como se fossem estrelas no céu: uma delas caiu, formando um longo rastilho de fogo.
"Alguém está morrendo", pensou a menininha, pois sua vovozinha, a única pessoa que amara e que agora estava morta, lhe dissera que quando uma estrela cala, uma alma subia para Deus.
Ela riscou outro fósforo na parede; ele se acendeu e, à sua luz, a avozinha da menina apareceu clara e luminosa, muito linda e terna.
- Vovó! - exclamou a criança.
- Oh! leva-me contigo!
Sei que desaparecerás quando o fósforo se apagar!
Dissipar-te-ás, como as cálidas chamas do fogo, a comida fumegante e a grande e maravilhosa árvore de Natal!
E rapidamente acendeu todo o feixe de fósforos, pois queria reter diante da vista sua querida vovó. E os fósforos brilhavam com tanto fulgor que iluminavam mais que a luz do dia. Sua avó nunca lhe parecera grande e tão bela. Tornou a menininha nos braços, e ambas voaram em luminosidade e alegria acima da terra, subindo cada vez mais alto para onde não havia frio nem fome nem preocupações - subindo para Deus.
Mas na esquina das duas casas, encostada na parede, ficou sentada a pobre menininha de rosadas faces e boca sorridente, que a morte enregelara na derradeira noite do ano velho.
O sol do novo ano se levantou sobre um pequeno cadáver.
A criança lá ficou, paralisada, um feixe inteiro de fósforos queimados. - Queria aquecer-se - diziam os passantes.
Porém, ninguém imaginava como era belo o que estavam vendo, nem a glória para onde ela se fora com a avó e a felicidade que sentia no dia do Ano­ Novo."
Fonte: http://www.qdivertido.com.br/verconto.php?codigo=23
Os dados referentes ao escritor dinamarquês foram pesquisados na Wikipédia

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Por que há existência quando poderia não haver nada?!...








Caros(as) confrades!
Como é dolorido ter consciência que num dia incerto e não sabido nossa existência cessará para sempre... A maioria dos seres viventes, da espécie Homo Sapiens, dá sentido as suas existências tentando explicar o inexplicável através dos mitos. Ao menos eles têm um consolo, que é acreditar que de certa forma viverão eternamente ou então voltarão a viver em outro corpo [sic]... Para atenuar a aniquilante sensação do nada, do vazio, da não existência, tenho uma fantasia, que seria magnífica se fosse um fato, que é imaginar que saudosos entes queridos, amigos, ilustres e anônimos cidadãos partiram, numa viagem sem volta, para o Olimpo, onde viverão eternamente vigorosos, radiantes e flanando pelas frondosas alamedas olimpianas e também em estado de deleite inefável, tornando um fato olimpiano todos os seus sonhos e desejos, que não conseguiram realizar quando estiveram neste maltratado e fascinante mundo que ainda vivemos!!!!!!... A minha fantasia olimpiana é ficar ao lado da minha deusa das deusas de todas as deusas, a inigualável atriz Gene Tierney, servindo-lhe uvas e vinhos, bem como atendendo todos os seus demais divinais desejos, para sempre, na condição de vassalo mor e fã ardoroso nº 1, e claro tendo ao meu lado, o meu fiel mordomo e amigo, o Max, para continuar levando os meus sais centuplicado!!!!!...
Enquanto a não existência não acontece, fico constrangido quando declaro minha condição de incrédulo com a reação de algumas pessoas, como se este reles escrevinhador outonal, fosse uma aberração da natureza, um imoral, ou então um ser vivente que precisa de pronto dos préstimos dos asseclas do Dr. Sigmund Freud... É claro que não é confortável ter convicções ou melhor dizendo pensar diferente da maioria, todavia posso afirmar que a única certeza absoluta que tenho é que sei que nada sei e quereria ser um "cavalinho de circo" para saber como seria a vida aqui na Terra se os dinossauros não fossem extintos de supetão e os mamíferos não tivessem condições de evoluirem!!!...
Será que:
- os seres inteligentes da contemporaneidade seriam os dinossauros?!...
- eles acreditariam em um Deus a sua imagem e semelhança, onisciente e onipresente?!...
- eles seriam consumistas?!...
- consituiriam famílias?!...
- cometeriam adultério?!...
- aceitariam a diversidade com naturalidade?!...
- dariam aos restos mortais dos seus semelhantes o sepultamento ou cremação?!...
- cometeriam carnificinas, alicerçadas na ganância, inveja, vaidade, sede insaciável de poder ou por questões religiosas?!...
- fariam concursos de beleza?!...
- seriam maledicentes?!...
- teriam o hábito de ir à caça da raposa?!...
- seriam amantes das artes?!...
- ficariam fascinados com os mistérios insondáveis do Universo?!...
Max!!!!!!!!!!!!!!... Traga meus sais centuplicado!!!!!!...

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Principiante ou melhor dizendo neófito



Caros(as) confrades!
Considerei pertinente trazer à baila duas belíssimas obras de arte do notável pintor holandês Jan Steen (1626-1679), que com seu viés arguto nos brindou com obras de arte, que nos deixam em estado de comoção, por nos desvelar cenas do cotidiano, que nos fazem divagar sobremaneira!!!! Tal intento se justifica, porque tenho como escopo versar sobre a palavra principiante, que tem o mesmo significado de neófito, tendo em vista que uma pessoa, que provavelmente necessita dos valiosíssimos préstimos dos asseclas do Dr. Sigumund Freud, classificou-me pejorativamente como principiante, num contexto que não vale a pena circunstanciá-lo.
A príncipio fiquei perplexo com a audácia do autor da classificação, mas a seguir refletindo mais amiúde considerei um elogio, porque como tenho como premissa a irretocável frase socrática, "Sei que nada sei", desejo ser um eterno principiante e interagir sempre, neste maltratado e fascinante mundo que vivemos, com meus interlocutores, com o desejo intenso de aprender a aprender cada vez mais e jamais explicar o inexplicável através dos mitos, bem como considerar-me o maioral!!!...
Max!!!!... Antes de trazer meus sais centuplicado retire da minha modesta dvteca a película "Educating Rita", que no idioma da notável Clarice Lispector intitula-se "O Despertar de Rita"!!!!!...

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

EPÍSTOLAS PAULIANAS - CONVERSANDO COM A MINHA AMIGA, DONA MIQUELINA AO TELEFONE


Cena 2
"Caros(as) confrades!

Para o meu grande deleite fui convidado pela minha estimada amiga, a jornalista Nivia Andres, para escrever no seu imperdível espaço cibernético, que nos possibilita refletir sobre fatos do cotidiano, com outros vieses.

Considero-a minha Fada Madrinha, porque sempre me instiga a escrever minhas Epístolas Paulianas que, aliás, têm este título graças a sua maravilhosa verve!!! Tive a gratíssima satisfação de conhecê-la virtualmente no ano passado e desde então mantemos colóquios cibernéticos quase que diariamente!!!

Criei as personagem da Dona Miquelina, a copeira Hermenegilda, o bombeiro Godofredo e, depois, o Coronel Epaminondas Albuquerque Pinto Pacca, acatando a sugestão da Nivia. A Dona Miquelina mora no bairro paulistano de Santana, é beata zelosa, ficou viúva quatro vezes e faz pouco tempo, contraiu matrimônio com o Cel. Pinto Pacca. Sempre às quartas-feiras vai à Cripta da Catedral da Sé, onde desfia o Santo Rosário, rogando pela intercessão do poderoso Cacique Tibiriça e da Nossa Senhora de Guadalupe, para nos livrar dos males que nos afligem e de pessoas peçonhentas, aquelas que padecem da “cegueira branca”!! Como não tem nenhum interesse em aprender a interagir com o mundo eletrônico, pede minha intercessão para fazê-lo, com o escopo de externar o que pensa!!!

Meu nome é João Paulo de Oliveira, ocupo dois cargos públicos de Professor das séries iniciais do Ensino Fundamental e atuo como Coordenador Pedagógico. Sou vassalo mor e fã ardoroso da atriz Gene Tierney; aprecio sobremaneira conhecer pessoas argutas, bem como ler, ler, ler, ler, ler e a única certeza absoluta que tenho é que sei que nada sei!!!!... Mantenho na internet o blog Celulóide Secreto, Outro Viés, se alguém quiser tornar-se passageiro do meu vagão do Expresso Oriente, é só clicar http://joaopauloinquiridor.blogspot.com

Vamos conhecer mais amiúde a minha amiga, a Dona Miquelina e seus pupilos?

Max!!!!!... Traga meus sais centuplicados!!!!..."


EPÍSTOLAS PAULIANAS

CONVERSANDO COM A MINHA AMIGA,
DONA MIQUELINA, AO TELEFONE

Estava eu agradavelmente aconchegado em minha chaise longue, sob o encantamento da leitura da obra "D. Pedro II e o Jornalista Koseritz", quando meu telefone portátil vibrou!!!... Preciso dizer quem era?!... Claro que era a minha amiga, a Dona Miquelina (huhum)!!!!...

Ela disse-me que está arrependida, porque num momento de exasperação exacerbada pensou em tornar-se incrédula, mas quando se entregou aos braços de Morpheu recebeu a visita do poderoso Cacique Tibiriça e da Nossa Senhora de Guadalupe, que a demoveram desta nefasta ideia, porque sem a sua presença fervorosa, a Cripta da Catedral da Sé perderia o brilho e seus rogos precisam continuar, veementes, em prol de dias melhores e gestores mais dignos e probos para o nosso Brasil.

Dona Miquelina está felicíssima, porque finalmente conseguiu contrair núpcias, pela quinta vez, com o vigoroso Coronel Epaminondas Albuquerque Pinto Pacca!!!... Nem preciso dizer que os nubentes foram unidos pelos sagrados laços do matrimônio na Catedral da Sé, mas a cerimônia não aconteceu na Cripta, devido ao elevado número de convidados... Após uma belíssima recepção, os nubentes viajaram ao México para usufruir a Lua de Mel, porque a Dona Miquelina sempre quis conhecer Tepeyac, o local em que apareceu a Madona da qual é devota.

Conta-me ela que o Coronel Epaminondas Albuquerque Pinto Pacca é um monarquista de carteirinha!!!... Apresso-me em revelar que ele tem grande veneração pelo saudoso, garboso e erudito D. Pedro II, patrono da valorosa Corporação do Corpo dos Bombeiros da qual, com muito orgulho, o Coronel Pinto Pacca é comandante de um dos batalhões sediados na capital paulista!!! Como também ele é um beato zeloso, juntamente com sua adorada esposa, está organizando uma Festa de Natal para os pequeninos desvalidos da Vila Brasilândia, numa creche em que ela é voluntária!!!!...

Aliás, a fiel copeira Hermenegilda e seu noivo (Ché, este noivado está muito longo...), o bombeiro Godofredo, estão incluídos nesta empreitada solidária!!!! Dona Miquelina segreda-me que o seu sonho é trazer o valoroso e doce Leon, que mora na capital do pujante Estado Meridional, onde também nasceu o notável escritor João Simões Lopes Neto, para abrilhantar a festa, como o Papai Noel dos pequeninos desvalidos!!!!... Caso ela tenha a graça de receber o Leon (o Coronel nem imagina que a Dona Miquelina já suspirou e sonhou com o Leon...), o Coronel Pinto Pacca prometeu incumbir o bombeiro Godofredo para buscá-lo no Aeroporto de Congonhas, numa máquina rodante do Corpo de Bombeiros, para deixar as crianças em estado de deleite ao verem Papai Noel chegar num veículo da Corporação!!!!!... A copeira Hermenegilda já foi incumbida de preparar incontáveis fornadas das suas disputadíssimas rosquinhas!!!! O bombeiro Godofredo prometeu acionar as possantes mangueiras do veículo em que conduzirá o Leon para refrescar os pequeninos e proporcionar-lhes incontáveis sorrisos de satisfação!!!

Enfim, esta magnífica Festa de Natal promete deixar marcas indeléveis nos infantes desvalidos, que não podem ser penalizados por viverem num país onde seus direitos constitucionais não são observados.

A ligação foi interrompida de supetão!!!!...

Advirto-os de que já estou acostumado com essas interrupções intempestivas!!! Relevo-as, porque a minha queridíssima amiga deve estar voando sustentada por anjos, tanto são os afazeres e providências que tem a tomar para que as crianças da Brasilândia tenham um Natal mais feliz!

O que seria da minha insulsa existência se não tivesse a minha amiga, a Dona Miquelina para não deixar a minha “peteca” cair?!...

Max!!!... Traga meus sais centuplicados!!!!...


PS - Ontem, para o meu grande deleite, tive a prerrogativa de ter esta Epístola Pauliana publicada no imperdível espaço cibernético da minha querida amiga, a jornalista Nivia Andres!!!! Não deixem de visitar o vagão do Expresso do Oriente sob o comando da arguta e erudita Nivia Andres
http://niviaandres.blogspot.com/
É altamente alvissareiro embarcar e tornar-se passageiro cativo do vagão do Expresso do Oriente da Nívia, porque além e não padecer da "cegueira branca" ela trata seus felizardos passageiros/confrades com cortesia, carinho, solidariedade, amizade e amor fraternal, que nos dão alento de dias melhores!!!!...

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Dois amados ex-regidos!!!!


Caros(as) confrades!
Sempre fico em estado de deleite inefável quando amados ex-regidos me visitam!!!!...

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Película paraguaia: "Cuchillo de Palo"







Caros(as) confrades!
Apreciaria sobremaneira assistir a película paraguaia "Cuchillo de Palo", um documentário que versa sobre as desgraças que aconteceram com cidadãos paraguaios na fatídica época da ditadura, que então vigorava naquele pais. O viés da cineasta paraguaia Renate Costa é inquietante, porque ela tenta desvelar o que de fato aconteceu com seu tio Rodolfo, que foi incluído numa lista onde constava 108 nomes de homossexuais paraguaios, que foram presos e torturados sob a égide da ditadura liderada por Alfredo Stroessner. Ela torna de domínio público o preconceito, os anos de chumbo que vigorou no seu pais e como a sua família não aceitava a orientação sexual do Rodolfo.
Desejo intensamente que o Paraguai prospere cada vez mais e que nos brinde com mais películas, que certamente serão referência na fascinante Arte das Imagens em Movimento.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Fui vítima de fraude cibernética, um ato ilícito que consta como FALSIDADE IDEOLÓGICA no Código Penal Brasileiro, Artigo 299



Caros(as) confrades!
Estou estupefato, porque soube através de um amigo, que tinha um comentário de "minha autoria" num espaço cibernético, que não participo mais por motivos alheios a minha vontade. Ao acessar o local citado, confirmei o ato ilicíto previsto no Código Penal Brasileiro, no Artigo 299. A seguir transcrevo o aludido comentário:

"prof Ms João Paulo de Oliveira disse...
Max traga os meus sais!!!!!!!!!!!!!!!
Arguto J. Morgado!!! Eu não poderia deixar de escrever novamente algumas linhas nesse espaço democrático só por que fui banido injustamente.
Caso a minha sentença seja justa, eu peço perdão ao rei Edward, e democraticamente queria de coração voltar a escrever aqui de novo.
Aproveitando o clima natalino, aonde os homens abrem os seus corações, eu de coração aberto peço-lhes desculpas pelos meus erros, na certeza que serei fiel aos propósitos aqui conquistados com muita disciplina e dedicação na arte e na informação.
J. Morgado, eu parei de comentar, mas nunca deixei de ler as matérias aqui postadas.
Confesso que fiquei muito impressionado com a clareza que você conduziu essa sua mais recente crônica.
Um abraço a todos, feliz natal e um ano novo cheio de realizações.

João Paulo de Oliveira
Diadema-SP

Sábado, 18 Dezembro, 2010"


Ao analisar circunstancialmente o comentário, que supostamente teria feito, constatei erros grossseiros, como por exemplo, o nome de apresentação aparece com a primeira letra de forma minúscula. Nunca inicio um comentário clamando pelo Max e sempre coloco também a palavra centuplicado. Normalmente quando utilizo reiterados pontos de exclamação também coloco reticências. Jamais externaria por escrito votos de Feliz Natal e Ano Novo com letras minúsculas, bem como nunca encerro um comentário com a expressão "Um abraço a todos", também sempre encerro as minhas ponderações com a saudação "Até breve...". O teor do comentário, apesar de não estar incitando entreveros é contraditório e constrangedor, jamais escreveria aonde no lugar de onde. Nunca me referi ao articulista citado no comentário utilizando a forma de tratamento você. Ao acessar o perfil copiado verifiquei que é cópia fiel do meu perfil verdadeiro, com exceção do rol dos blogs que sou seguidor, todavia é possível identificar a fraude, porque o número de acessos deste perfil falso era, no momento que acessei, 34 e no meu verdadeiro estava na marca de 1563. Outra expressão que jamais utilizaria "coração aberto" para substituir franqueza. Enfim, quem me conhece mais amiúde e está habituado com o meu modo de escrever peculiar, de imediato saberá que o autor do comentário não sou eu!!!!!... Este lamentável episódio deixou-me aborrecido sobremaneira e propenso a solicitar os valiosíssimos préstimos do meu fiel mordomo e amigo, mas antes espero que este falsificador vá para os domínios de Mephisto e tenha como tarefa lamber eternamente as botas do maldito Dr. Joseph Mengele!!!!!...
Max!!!!!!!!!!!!!!!!!!!... Traga meus sais centuplicado!!!!!...

sábado, 18 de dezembro de 2010

Que saudades da inigualável atriz Leila Diniz (1945-1972)!!!!!!...















Caros(as) confrades!
Quando digo que farei algo, procuro cumprir com celeridade o que disse, sem titubear!!!! Isto posto, conforme prometi ontem, trago à baila no dia em curso, a inesquecível e inigualável atriz Leila Diniz (1945-1972), que deixou marcas indeléveis nos seus incontáveis fãs, que na contemporaneidade ainda suspiram de saudades desta notável mulher, que no seu curto período de vivência revolucionou os usos de costumes vigentes, com seu modo de vida autêntico, sem se preocupar com as convenções sociais!!!!... Fico a divagar, se não fosse aquele fatídico acidente aéreo, ocorrido na Índia, em 1972, como seria deleitante tê-la entre nós irradiando energia altamente positiva e bem viver!!!!... Para homenageá-la, encontrei no YOUTUBE e disponibilizo na íntegra, a película "Todas as mulheres do mundo", que o seu ex-marido, o cineasta Domingos de Oliveira, dirigiu em 1966, onde ela e o ator Paulo José, brilham na fascinante Arte das Imagens em Movimento, dando vida aos personagens, Maria Alice e Paulo!!!... Este filme fez um sucesso estrondoso e na atualidade pode também ser encarado como um precioso registro sociológico de uma época que nossa sociedade passava por vertiginosas transformações!!!! Convém enfatizar que estávamos no início do Regime Militar...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Que saudades da Revista Realidade (1966-1976)!!!!!...





Caros(confrades!
Na minha já distante idade primaveril a Revista Realidade(1966-1976) contribuiu sobremaneira na minha formação, deixando-me propenso a ter outros viéses para os temas que trazia à baila!!!!... Esta imperdível e inesquecível Revista circulou entre nós no auge do Regime Militar também conhecido como Período Ditatorial ou Anos de Chumbo. A primeira fotografia postada refere-se a uma edição da Revista Realidade recolhida pela censura, no ano de 1967. Nunca me esqueço de uma reportagem, que deixou-me aterrado, publicada no final da década 60 ou início da década de 70, que versava sobre as consequências catastróficas, caso uma bomba atômica fosse denotada sobre a cidade de São Paulo-SP... O relato circunstanciado causou-me insônia por alguns dias, porque naquela época estávamos também sob a égide da guerra fria e uma hecatombe nuclear era uma ameaça constante que pairava sobre nós. Ficaria em estado de comoção, se tivesse a prerrogativa de reler esta reportagem, agora com o viés de um reles escrevinhador outonal!!!!! Revendo no google capas desta extinta Revista me deparei com a saudosa, talentosa e inesquecível atriz Leila Diniz (1945-1972), que infelizmente deixou de existir vítima de um acidente de avião na Índia. Amanhã trarei à baila a radiante atriz Leila Diniz, que deixou marcas indeléveis nos seus incontáveis fãs.
Max!!!!... Antes de trazer meus sais centuplicado contenha o assanhamento da lambisgóia da Agrado, porque o pai dela também foi fã de carteirinha da Leila Diniz!!!!...

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

A amizade no viés do poeta alentejano António Cambeta!!!!...






"COSTUMA-SE DIZER QUE NINGUÉM PODE ESCOLHER
A FAMÍLIA EM QUE NASCE.
MAS É POSSIVEL SELECIONAR OS AMIGOS ,
QUE SÃO COMO A EXTENSÃO DA VIDA.
A AMIZADE, UM DOS SENTIMENTOS MAIS NOBRES
QUE EXISTEM, NASCE DE FORMA ESPONTÂNEA,
PURA E SE VAI DESENVOLVENDO ATÉ CHEGAR À MATURIDADE.
CARACTERIZA-SE POR UMA AFINIDADE
MUITO GRANDE COM ALGUÉM,
BASEADA NO AMOR, NO CARINHO,
NA TERNURA,
NO RESPEITO
NA COMPREENSÃO,
NA TROCA E NA AJUDA.
É UM SENTIMENTO MUITO SINCERO,
QUE NÃO DEPENDE DA IDADE,
DE DINHEIRO
OU DE POSIÇÃO SOCIAL.
O AMIGO É UM DOM PRECIOSO,
QUEM ENCONTRA UM AMIGO,
CERTAMENTE ENCONTROU UM TESOURO.
A AMIZADE É UM SENTIMENTO LIMPO,
VERDADEIRO E PROFUNDO.
MAIS QUE UM IRMÃO,
O AMIGO É A OPORTUNIDADE
QUE DEUS NOS DEU
PARA ENCONTRAR A SUA METADE.
COM ELE, A PESSOA PODE-SE REVELAR
VERDADEIRAMENTE, DIZER NÃO, SEM MEDO DE FERIR,
SIM, SEM MEDO DE BALUJAR,
E AS VERDADES, SEM MEDO DE OFENDER.
ISSO PORQUE SE ACREDITA NA AMIZADE,
POR ELA SER INSENTA DE PAIXÃO.
NUM RELACIONAMENTO ASSIM
NÃO EXISTE A INVEJA,
ORGULHO OU RANCOR.
A VERDADEIRA AMIZADE É ETERNA,
COMO O AMOR."
======================================

Por vezes a musa me toca, e me inspira, mas afinal é simplesmente a vivência pura e simples de nossas vidas.
Um abraço sincero com muita amizade, cá deste alentejano.
António Cambeta

Caros(as) confrades!
Ainda continuo fascinando com esta fantástica tecnologia cibernética, que alterou sobremaneira nosso modo de vida, possibilitando-nos aprendizagens e contatos sociais, que permitem mantermos colóquios, bem como estreitar laços de amizade com pessoas argutas, eruditas e de bem com a vida, como por exemplo, o poeta alentejano António Cambeta, que vive em Macau, mas também frequentemente está em Bangkok!!! Desejo vida longa e vigorosa para este notável ser vivente, que nos dá esperanças de dias melhores!!!!...

PS - Recebi a pouco mais estas preciosidades do meu estimadíssimo confrade e amigo António Cambeta!!!!

"Amor
SETE FORMAS DE AMOR
AMIZADE
verdadeira e profunda
na qual a pessoa se sente bem
onde a paixão não abunda
e compromissos não tem

PAIXÃO
algo intenso,magico,
mas sem o componente
de compromisso de amor, pode ser trágico
e ela desaparece, fica ausente

AMOR VAZIO
não possue amor nem intimidade
e apenas um compromisso,
um acasalamento por interesse e comodidade
ou a perda de um forte amor submisso

AMOR ROMANTICO
liga emocionalmente os amantes
como na verdeira amizade,
cheio de intimidades constantes
e forte na sexualidade

AMOR COMPANHEIRO
é um puro sentimento,
que existe nas familiares relações,
em amizade profunda de contentamento
sem sexualidade nem provocações

AMOR INSTITIVO
é o amor carnal,
um compromisso motivado pela paixão
sem intimidade, mas somente sexual
onde a cumplicidade é a forte razão

AMOR VERDADEIRO
é a base do relacionamento ideal
que todos humanos desejamos alcançar
e por ser um bem essencial
leva os amantes a casar

Porém, se não tiver expressão
mesmo o maior dos amores pode morrer
quando lhe faltar a paixão
e amor companheiro fica a ser."


Mais uma imperdível poesia!!!

"ESTILOS DE AMOR

Amor
EROS um amor apaixonado
baseado na fisica aparência
porem nem sempre bem finalizado
perdendo ele sua consistência

PSIQUE amor espiritual
sentimentos eternos exprime
baseados na alma imortal
pura, bela e sublime

LUDUS simpesmente amor jogado
de uma forma brincalhona
não tem sentimento amarrado
é vil, cruel e pobretona

STORGE um amor afectuoso
que se desenvolve lentamente
belo, simples e amoroso
tornando-se bem envolvente

MANIA amor altamente emocional
de uma instabilidade constante
amor romântico esteotipo que faz mal
a toda a massa pensante

AGAPE amor altruista
também amor espiritual
que no conceito budista
nos leva atingir a iluminidade

Se entende igualmente
como forma de solidariedade
é um estado de espírito permanente
baseado no apego, verenação e bondade"

Google+ Badge