Bem-vindos ao meu vagão do Expresso do Oriente!!!!!...

Bem-vindos ao meu vagão do Expresso do Oriente!!!!!...

Mais um mimo do Todesca!

Mais um mimo do Todesca!

O que nos espera na próxima estação?!...

O que nos espera na próxima estação?!...

O que nos espera na próxima estação?!...

O que nos espera na próxima estação?!...

Gene Tierney

Gene Tierney

Seguidores

Mimo do Pedro Coimbra!

Mimo do Pedro Coimbra!

Mimo do Todesca

Mimo do Todesca

Mimo da Monica Stary

Mimo da Monica Stary

O que nos espera na próxima estação?!...

O que nos espera na próxima estação?!...

Mimo da deusa Afrodite

Mimo da deusa Afrodite

Mimo da deusa Afrodite

Mimo da deusa Afrodite

domingo, 14 de outubro de 2012

"Dios se lo pague" película argentina de 1948


Caros confrades passageiros!
Ontem, meu estimado amigo Rui da Bica, que mantém um imperdível blog, predominantemente de enigmas, http://coisas-da-fonte.blogspot.com.br/ lembrou da película argentina "Dios se lo pague" no comentário que deixou no livro de bordo deste vagão do Expresso do Oriente!
Como hoje é domingo, o Detetive Pardal resolveu passar o dia no luxuoso hotel Emiliano, que fica lá na requintada rua paulistana Oscar Freire nº 384, tendo como acompanhante sua companheira de viagem, a diva oriental Wai Com Kam. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, tem uma prima, a  Dolores Gutierrez, que é camareira neste luxuoso hotel, que lhe contou que o Detetive Pardal colocou o aviso de "Não Perturbe" na porta da suíte presidencial que está hospedado...  Por este motivo tive que fazer a pesquisa sobre a película,  tendo como fonte:
A película argentina, “Dios se lo pague” aqui intitulada “Deus lhe pague”, dirigida pelo cineasta Luis César Armadori , em 1948, é uma transcrição da homônima peça teatral do autor brasileiro Joracy Camargo. Teve a participação dos atores: Arturo de Córdova, Zully Moreno, Florindo Ferrario, Enrique Chaico, Federico Mansilla, Zoe Ducós, José Cornellas, Deneb Renshaw e Mariela Reyes.
Sinopse: O operário Juca foi enganado por seu patrão, que lhe roubou os planos de um invento. Por causa disso, a mulher de Juca se suicida. Amargurado com a dor da perda planeja uma vingança. Disfarça-se de mendigo e com o passar do tempo  tornar-se milionário. Então começa a levar a vida dupla de mendigo e milionário. No momento da vingança, fica num dilema: cumprir a vingança ou ficar com a mulher que agora ama.
LUZES!!!!!!!!!!!!!!!! CÂMERAS!!!!!!!!!! AÇÃO!!!!!!!!!!!!


6 comentários:

  1. Estimado Confrade e Ilustre Prof. João Paulo

    Estava muito bem instalado o Inspector Pardal, na luxuosa suite presidencial do hotel Emiliano, e tendo colocado o aviso na porta "Não Perturbe" quando ouviu um som estranho, foi ver, era a camareira Dolores Gutierrez, prima da Lambiagoia, que deseja espreitar pelo buraco da fechadura, mas como o aviso tinha um sistema se segurança especial, a camareira so colocar o olho no buraco sofreu um forte embate na face que a fez projectar de encontro a parede, tendo sofrido um traumatismo craneao, sendo prontamente levada para o hospital Alvorada Santo Amaro, onde foi operada, e se encontra internada, sendo o seu estado de saúde bastate grave.
    O Inspector Pardal e sua diva resolveram ir almoçar ao Restaurante festiva, sito no luxuoso hotel galaxy na Taipa - Macau e de S. paulo sairam em sejacto privativo rumo à China.
    Durante a vigem ficou a saber que o filme Dios Se Lo Pague de 1947, em 1998 passou sendo Telenovela da Colombia.
    O famoso cantor Chico Duarte tem uma canção com o mesmo nome

    Por esse pão pra comer, por esse chão pra dormir
    A certidão pra nascer, e a concessão pra sorrir
    Por me deixar respirar, por me deixar existir
    Deus lhe pague

    Pelo prazer de chorar e pelo "estamos aí"
    Pela piada no bar e o futebol pra aplaudir
    Um crime pra comentar e um samba pra distrair
    Deus lhe pague

    Por essa praia, essa saia, pelas mulheres daqui
    O amor malfeito depressa, fazer a barba e partir
    Pelo domingo que é lindo, novela, missa e gibi
    Deus lhe pague

    Pela cachaça de graça que a gente tem que engolir
    Pela fumaça, desgraça, que a gente tem que tossir
    Pelos andaimes, pingentes, que a gente tem que cair
    Deus lhe pague

    Por mais um dia, agonia, pra suportar e assistir
    Pelo rangido dos dentes, pela cidade a zunir
    E pelo grito demente que nos ajuda a fugir
    Deus lhe pague

    Pela mulher carpideira pra nos louvar e cuspir
    E pelas moscas-bicheiras a nos beijar e cobrir
    E pela paz derradeira que enfim vai nos redimir
    Deus lhe pague.

    A Lambisgoia assim que soube que sua prima estava em estado de coma e internada no Hospital Alvorada Santo Amaro, tentou junto da gerência do hotel saber sobre o Inspector Pardal, mas nada conseguiu saber, e aborrecida pelo facto seguiu para Rua Estados Unidos da America 1071, onde está instalado o Consulado da RPChina desejando falar como consul sobre o Detective Pardal, mas não conseguiu ser atendida ido sim para a Paróquia Nossa Senhora do Brasil, onde tem um acólito amigo que na horas menos boas lhe costuma fazer companhia, e sempre lhe diz, após o serviço feito, Dios Se Lo Pague.
    Abraço amigo

    ResponderExcluir
  2. Dios se lo pague, João Paulo ! eheheh
    Deu para recordar, mesmo sem legendas (o espanhol vai-se entendendo razoavelmente ). :))
    É curioso como o "saber pedir", usar as "palavras certas", tem tanto de psicologia ! eheheh

    Abraço !:))
    .

    ResponderExcluir
  3. Estimado amigo António Cambeta!
    O Detetive Pardal está sempre pronto para novas investigações!
    Também aprecio esta canção de autoria do Chio Buarque!
    O Max disse-me que a lambisgoia da Agrado pretende passar uma temporada em Macau...
    Caloroso abraço! Saudações investigativas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  4. Estimado amigo Rui da Bica!
    Quis fazer-lhe esta surpresa, porque também recordo com nitidez de cenas de películas que assisti no meu tempo de pequenino!
    Caloroso abraço! Saudações cinéfilas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir
  5. Confesso que desconhecia por completo.
    Aquele abraço e votos de boa semana!

    ResponderExcluir
  6. Caro amigo Pedro Coimbra!
    Também não conhecia esta película. Fui pesquisar depois do comentário que o Rui da Bica fez aqui na publicação anterior!
    Caloroso abraço! Saudações cinéfilas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderExcluir